Novo romance: Ale Iai Trei

Por Vitor Guizilini (texto em sua maioria, dele mesmo)

Olá a todos. Meu nome é Vitor Guizilini, e recentemente eu publiquei um livro pela Novo Século chamado Ale Iai Trei: História de um Mundo, que conta a história de Treitore, o cenário de campanha que eu uso nas minhas sessões de RPG (D&D 3.5, ainda não tivemos coragem de migrar para a quarta edição).

Esse primeiro livro (com sorte eu terei a chance de escrever os próximos) narra o surgimento de Treitore desde o seu início, com os Onze Sagrados recebendo-a depois de terem salvado o Deus Primordial Leishvania das garras malignas da Sexta Voz. Aos poucos esses Onze Sagrados criam povos para habitar Treitore, os Sete Povos Livres, e esses povos vão crescendo e evoluindo com o passar dos anos, se encontrando e dando origem às mais variadas histórias. O livro não foca em nenhuma história específica, concentrando-se ao invés disso na mitologia e fundamentos de Treitore, e como os seus habitantes se relacionam dentro dessa consistência interna que eu criei (pensem mais Silmarillion, e não Senhor dos Anéis).

É um livro bem ambicioso, com mapas detalhados das regiões de Treitore que aparecem em cada capítulo, árvores genealógicas dos personagens principais e idiomas criados para cada um dos povos. Essa campanha já vem acontecendo faz uns 15 anos, com o mesmo grupo e os mesmos personagens, e é o meu objetivo com esse livro compartilhar um pouco de tudo que surgiu na nossa mesa de jogo com outras pessoas apaixonadas por esse hobby tão maravilhoso. Eu também tenho um site relacionado à campanha, que eu pretendo atualizar com material auxiliar, novidades em relação ao Ale Iai Trei e regras específicas para se jogar em Treitore. No momento ainda não tenho muito conteúdo lá, estou me concentrando em outras coisas, mas logo pretendo voltar à ativa, e nesse meio-tempo quem estiver a fim de conversar sobre Treitore pode me enviar um e-mail

O “Ale Iai Trei” conta a história de Treitore, o Mundo Primordial, criado por Leishvania para receber os onze seres que estiveram envolvidos na sua batalha contra a Sexta Voz, e por terem visto o seu Brilho não poderiam retornar às suas antigas vidas. Em Trei-Ihure eles figuravam entre os mais poderosos representantes de seus respectivos povos, mas nesse novo mundo eles seriam deuses, os Sagrados, capazes de façanhas até então inimagináveis, e também teriam que arcar com as responsabilidades e tentações que algo dessa magnitude traz consigo. Subitamente, faces que antes eram amigas se tornavam ainda mais desejadas ou então frias, e faces que antes eram inimigas se tornavam ainda mais ameaçadoras ou então atraentes.

  • Autor: Vitor Campanholo Guizilini
  • Editora: Novo Século
  • Número de Paginas: 588

Compre na Livraria Saraiva, na editora Novo Século
Matéria no DiárioWeb de Rio Preto com o autor

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s