Modelos ambientais para Space Dragon e Old Dragon

Modelos são a minha regra favorita entre as regras novas implantadas na terceira edição de Dungeons & Dragons, o qual permite a modificação de qualquer criatura (ou mesmo, personagem). Não existem limites do total de modelos que podem ser aplicados a um monstro e cada benefício concedido conta como Habilidade especial na hora de determinar os pontos de experiência. Esse conceito também foi aplicado no OD Bestiário no capítulo “Modificando monstros” e em tese, todos eles podem ser aplicado às criaturas do Space Dragon. As traduções dos nomes vêm da resenha do Alien Anthology que a Dragão Brasil fez na edição #68. Lembrando que eles passam a ser criaturas desse habitar.

Modelos Ambientais

Aéreo

O Modelo Aéreo representa criaturas com a habilidade natural de voar. Essa espécie passa muito tempo nos céus, sendo que nunca ou raramente aterrizam. Elas também ficam muito alertas de onde conseguem achar sua comida no solo ou mesmo no mar.
Aéreo: A criatura ganha o Movimento de Voar, o dobro da quantidade do que já está registrado em terra ou nadando. Ganha o sentido ampliado Visão, sem necessidade do fenótipo e também sem bônus de +1 para uso de armas à distância.

Aquático

O Modelo Aquático é usado para criaturas que são adaptadas à viver sob a água. Nem todas as criaturas são estritamente adaptadas para respirar sob a água. Criaturas que têm necessidade de ar vão à superfície para respirar e anfíbios vão á superfície em diferentes partes das vidas.
Aquático: A criatura ganha o Movimento de Nadar, o dobro da quantidade do que já está registrado em terra ou voando. Ganha o sentido ampliado Visão, sem necessidade do fenótipo e também sem bônus de +1 para uso de armas à distância.

Ártico

O Modelo Ártico abrange criaturas acostumadas a ambientes muito frios. Apesar disso, criaturas podem morrer congeladas, cabe ao Mestre decidir o quanto de frio essa criatura pode aguentar.
Resistência: Ganha Resistência 5 ao Frio.
Vulnerável: Criaturas árticas possuem Resistência 5 ao Fogo.

Desértico

O Modelo Desértico abrande criaturas aclimatadas ao frio. Criaturas desérticas podem sobreviver a temperaturas altas onde caçam outros animais. Eles também envolvem-se com particularidades do deserto, como tempestades de areia. Podem passar dias sem água e semanas sem alimentar-se. Em compensação, criaturas do deserto têm seus limites. Um Mestre pode definir a quantidade de tempo sem alimento e quanto tempo ele pode sucumbir aos elementos.
Fome e sede: Podem ficar 1d8 dias sem água e 2d8 dias sem alimentar-se
Vulnerável: Criaturas árticas possuem Resistência 5 ao Frio.

Florestal

Criaturas com o Modelo Florestal evoluiu para prosperar em ambientes altamente florestais. Eles possuem boa visão para ajudá-los em terrenos cheio de árvores.
Visão no escuro: 30m
Bônus de ataque: Quando estiverem na floresta, ganham um bônus de +1 nos ataques corpo-a-corpo

Montanhoso

O Modelo Montanhoso representa criaturas que vivem em áreas montanhosas, pedregosas, criaturas especialistas em escalar e que possuem um bom equilíbrio.
Visão na penumbra: 30m
Escalar: Possuem 50% + (total de DV/nível * 5%) em escalar. Em caso de falha crítica, sofrerá queda.

Campestre

O modelo Campestre é para quem vive em território com gramíneas, clima temperado. Criaturas campestre têm o hábito de camuflar-se nos campos esparsos e não se dão bem em extremos climáticos, sofrendo penalidade de -4 em todos os testes quando estiver nessas condições.
Ocultar-se: Ganha a mesma porcentagem que um Gatuno/Ladino com mesmo nível para esconder-se, mas somente no seu ambiente.

Subterrâneo

O Modelo Subterrâneo é usado para criaturas que passam a maior parte do tempo nas cavernas, sendo muitas vezes escavadores, mas alguns se adaptam a viver em rios subterrâneos ou os níveis mais baixos de complexos urbanos. Algumas criaturas passam a maior parte do tempo nas trevas, sem ver o céu limpo.
Visão no Escuro: 60m

Pantanoso

O Modelo Pantanoso é usado para criaturas que vivem em pântanos, brejos e charcos. Eles são muitas vezes excelentes nadadores e boa parte dos animais são anfíbios. Vivem da busca de alimentos em pântanos e fugindo de predadores. Criaturas assim sofrem penalidade de -4 quando fora do seu ambiente.
Natação: Mesmo valor de Movimentação que em terra.
CA: Muitos possuem pele mais resistente, o que concede um bônus adicional de +2 na CA

Vácuo

O Modelo Vácuo é usado para criaturas que têm capacidade de sobreviver sozinhos no vácuo. As formas de vida mais estranhas não requerem atmosfera para sobreviver (ainda que alguns podem respirar voluntariamente lá se tiverem oportunidade). Muitos podem voar, viver em campos de asteróides e passarem meses ou anos sem alimentar-se. Criaturas com esse Modelo não sofrem qualquer problema para viverem em outros ambientes, mas não vivem confortavelmente em atmosfera e preferem ambientes 0G.
Visão Noturna: 60m
Viver em 0G Passam a sobreviver em qualquer ambiente sem gravidade, sabendo voar, planar, buscar alimento no espaço.

Em breve a segunda parte com modelos de característica.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s