Financiamento coletivo: Belregard RPG

BelregardLivroBelregard é um RPG de horror, fanatismo e descoberta, da autoria de Jefferson Neves e Rafael Araujo

Belregard é um RPG, um jogo onde os jogadores interpretam personagens e vivenciam histórias de horror em um cenário medieval cru e brutal, à imagem do que foi a idade média europeia após a queda do império romano. É um lugar escuro, envolto por uma era de trevas e ignorância, onde a única salvação da humanidade parece residir na fé, no Tribunal do Supremo Ofício, aos homens santos que interpretam as misteriosas parábolas do Criador, o Deus Pai.

Belregard utiliza o sistema Crônicas RPG, já lançado pela New Order. Apesar de utilizar o sistema, o livro de Belregard é suficiente para jogar, contendo uma versão mais leve das regras do sistema Crônicas.

O Livro

O material terá 340 páginas, em tamanho A4 [Formato Carta], capa dura, com miolo preto e branco em papel offset de 90 gramas.

Participe do financiamento coletivo clicando aqui

Entenda Belregard

As influências literárias de Belregard podem parecer óbvias, mas valem ser citadas para referências de outros que queiram se inspirar e pegar um pouco do clima deste cenário. Por se tratar de algo um pouco mais denso, pesado e maduro, penso que romances históricos são um ótimo pedido para mostrar certas abordagens ao cenário medieval precário. Bernard Cornwell certamente te emprestarias ótimas ideias, assim como Conn Iggulden. Literatura de fantasia também nos alimentaria muito bem a mente, desde o clássico dos clássicos Tolkien até o mais recente, e aparente sucessor, George R. R. Martin. Leonel Caldela, com seu “chafurdar na escatologia e sadismo” nos ajuda a alimentar a imaginação e não podemos nos esquecer de Robert E. Howard e, até mesmo, H. P. Lovecraft. O horror obsceno de Clive Barker pode colocar algumas boas ideias ao lidar com o sobrenatural de Belregard e a vida cotidiana pode ser sentida em livros como Os Pilares da Terra de Ken Follett.

A magia em Belregard é sutil, não vindo na forma do controle dos elementos, mas sim como uma ritualística sombria e perigosa. Com ou sem o consentimento, esta bruxaria é real e seu poder foi sentido ao longo da história, por mais que o Tribunal negue isso.

A verdade não existe. Belregard é apresentado como um conjunto de relatos tendenciosos. A verdade pode variar com inúmeros pontos de vista diferentes e isso deve ser lembrado por aqueles que desejam criar suas estórias aqui. Não existem heróis definitivos ou mesmo vilões irrecuperáveis, e se existem, são a mais pura exceção do mundo. A lealdade é uma moeda muito importante nestas terras onde cada um tem seus próprios interesses ao se envolver em problemas alheios.

Belregard não pretende ser um cenário sob uma única perspectiva. A intenção aqui é proporcionar o mais variado tipo de ambientação para uma campanha. É preciso entender que o cenário carrega o perfil cru, brutal e maduro da idade média; um local que inspira fascínio e terror, com castelos imponentes e encantadoras damas desdentadas. O horror é um elemento importante na narrativa de Belregard, seja no simples combate singular em um torneio de cavaleiros, ou na busca por pistas de Selvagens habitantes dos ermos. O desconhecido é a maior arma do narrador aqui.

Crônicas RPG

Belregard utiliza o sistema Crônicas RPG, de Pedro Borges, já publicado pela editora New Order. Você terá acesso a tudo que precisa para jogar em Belregard, uma vez que o livro porta todos os elementos de Crônicas RPG que serão utilizados para levar você a este Mundo Derrotado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s