Financiamento Coletivo: Chamado de Cthulhu 7ª Edição

cha23135_catalog__85491.1472091416.1280.1280A emoção mais antiga da humanidade é o medo, e o mais forte de todos os medos é o do desconhecido.

Bem Vindo ao Chamado de Cthulhu!

A coisa mais misericordiosa do mundo, acredito, é a incapacidade da mente humana de correlacionar todo o seu conteúdo. Vivemos em uma ilha tranquila de ignorância em meio aos mares escuros do infinito, e não nos foi destinado que devêssemos viajar muito longe. As ciências, cada uma desenvolvendo-se em sua própria direção, nos prejudicaram pouco até então; mas algum dia a reunião do conhecimento dissociado abrirá visões tão aterrorizantes da realidade, e de nossa terrível posição dentro dela, que ou iremos ficar loucos com a revelação ou fugiremos da luz para a paz e a segurança de uma nova era das trevas.

– H.P. Lovecraft, O Chamado de Cthulhu

Chamado de Cthulhu é um jogo cheio de segredos, mistérios e horror. No papel de um investigador inabalável, você viajará para lugares estranhos e perigosos, descobrirá tramas abomináveis e desafiará os terrores da noite. Você encontrará entidades enlouquecedoras, monstros e cultistas insanos. Em tomos etranhos e esquecidos, você desvelará segredos que pessoa alguma deveria conhecer.
Você e seus companheiros podem muito bem decidir o destino do mundo…
Este é um RPG de horror baseado nos escritos de Howard Phillips Lovecraft. Lovecraft compôs uma grande quantidade de obras durante as décadas de 1920 e 1930, tratando tanto dos horrores exteriores quanto os interiores. Após sua morte em 1937, as histórias de horror cósmico de Lovecraft cresceram em reputação e estatura, e hoje ele é reconhecido como um dos maiores escritores americanos de histórias de horror do Século XX, influenciando numerosos autores e diretores de cinema, e reunindo um imenso contingente de fãs dedicados. De fato, o próprio Lovecraft poderia agora ser considerado, por si só, uma figura cultuada. Os trabalhos de Lovecraft variam da ficção científica ao horror gótico e adentrando o terror cósmico niilista – material perfeito no qual basear um jogo de RPG.

A criação mais famosa de Lovecraft ficou conhecida como o Mythos de Cthulhu, uma série de histórias que compartilham elementos comuns, como certas deidades alienígenas e alguns livros míticos de conhecimento arcano. O Mythos de Cthulhu atiçaram a imaginação de outros autores, em sua maioria protegidos e amigos de Lovecraft, e logo eles estavam aumentando esta complexa mitologia, desenvolvendo ainda mais os seus conceitos e elementos. Hoje, histórias de “Cthulhu” ainda são escritas (e filmadas) pelos herdeiros do legado literário de Lovecraft.

Uma visão geral do jogo

O objetivo de Chamado de Cthulhu é divertir-se com os amigos enquanto vocês exploram e criam uma história lovecraftiana. Um jogador atua no papel de moderador do jogo, conhecido como o Guardião do Conhecimento Arcano (“Guardião”, para encurtar), e o papel dele ou dela dentro das regras é narrar o jogo para os outros jogadores. O resto dos jogadores assume o papel de intrépidos Investigadores do Desconhecido (“investigadores”), tentando descobrir, entender e eventualmente confrontar os horrores, mistérios e segredos do Mythos de Cthulhu.O Guardião escolhe uma história para narrar. Estas histórias são chamadas de “cenários”, e você irá encontrar três delas no final do Livro Básico. Um cenário fornece ao Guardião a estrutura de uma história para ser apresentada para os jogadores. O papel do Guardião é um pouco parecido com o de um diretor fazendo um filme no qual os atores não sabem como a história irá se desenvolver. Continuando com a analogia, os jogadores são como atores que têm a liberdade de improvisar seus próprios roteiros.

Os investigadores não precisam ser nem um pouco parecidos com as pessoas que estão jogando com eles. Na verdade, em geral é mais interessante e divertido para os jogadores quando eles criam personagens totalmente diferentes deles mesmos: detetives particulares durões, rudes motoristas de táxi, ou um ocultista sinistramente cortês.
Em O Chamado de Cthulhu, o Guardião tem a responsabilidade de preparar e narrar aventuras (“cenários”) de forma imparcial. É dever do Guardião fazer com que os adversários dos investigadores sejam inteligentes e cruéis.

Participe do financiamento coletivo clicando aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s