Financiamento Coletivo: Documentário LOADING…

logo2_8

Introdução

Os jogos dos primeiros microcomputadores pessoais, anteriores aos atuais PCs e aos Macintosh, superavam os dos videogames da época, como o Odyssey, o Atari e o Intellivision, em qualidade de imagem e som, complexidade e quantidade de memória. Diferentemente dos consoles, os jogos dos micros eram distribuídos em fitas cassetes e também nos chamados disquetes (discos flexíveis de 5,25 ou de 3,5 polegadas), mídias cuja capacidade de armazenamento – e facilidade de duplicação – era “infinitamente” superior se comparada aos cartuchos (*). Os jogos daquelas máquinas pioneiras, como o TRS-Color, o Apple II, o ZX Spectrum, o MSX e o Amiga, constituíam enorme evolução, pois, além de melhores gráficos e maior número de cores na tela, muitos traziam profundidade em termos de enredo – alguns até tinham “historinhas” e apresentações, algo impensável nos videogames daquela geração.

*- Algumas linhas também faziam uso de cartuchos, tais como o CoCo e o MSX.

Objetivo:

O objetivo do documentário é revelar, por meio de linguagem leve e lúdica, como eram os jogos dos primeiros microcomputadores pessoais que chegaram ao Brasil com muito atraso, clones propiciados pela Reserva de Mercado, bem como produtos oficiais que aqui apareceram (os MSX nacionais, o Amiga trazido pela PCI), além de todo o “ecossistema” gerado por aquela novidade tecnológica: os pioneiros programadores brasileiros e suas criações, as primeiras softhouses, os primeiros clubes, as trocas de jogos em fitas cassetes e em disquetes, as primeiras revistas etc. Tudo, claro, sempre com foco nos jogos e na realidade brasileira. Conversaremos também com colecionadores e entusiastas, à época crianças, adolescentes e jovens adultos – hoje “homens barbados” e com família – que tiveram a oportunidade única de consumir aqueles jogos, de brincar com eles quando eram novidade.

Recorte histórico:

O período abarcado contemplará, grosso modo, o ano de 1980 até meados dos anos 1990, período que antecedeu a “era moderna” dos jogos de PC e o uso de placas de vídeo com recursos 3D. Linhas que abordaremos: Apple IITandy Radio Shack (TRS-80 e TRS-Color), Sinclair (ZX81 e ZX Spectrum), MSXAmiga e IBM PC (pré-3D).

Meta Inicial:

Trabalharemos com a meta inicial de R$ 23 Mil, montante com o qual teremos condições de realizar as gravações das entrevistas em São Paulo, Capital, bem como no interior e no litoral do estado. Além das gravações, o valor será utilizado para cobrir gastos com transporte (dentro e fora de São Paulo), backup de dados, edição e finalização, autoração, duplicação e entrega (Correios, courier) das mídias (DVD e BD), e também para pagamento da taxa de 10% cobrada pelo Kickante.

Meta Estendida 1:

Caso o valor inicial seja ultrapassado em R$ 1.000,00 (totalizando R$ 24 Mil), gravaremos também no Rio de Janeiro.

Meta Estendida 2:

Caso o valor inicial seja ultrapassado em R$ 2.000,00 (totalizando R$ 25 Mil), gravaremos também em Minas Gerais.

Clique aqui para participar da campanha

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.