Financiamento Coletivo: Perdidos

Você sempre quis Bloodborne e Dark Souls em um RPG de mesa?
Você precisa conhecer Perdidos!
Você pode reencontrar o que perdeu, mas nunca o que abandonou.

A história deste lugar se perdeu.
O que havia antes? Ninguém se lembra.
Os que viviam aqui também se perderam. Com eles, também se foram os sonhos, a antiga glória, a memória disso tudo.
Apenas fragmentos restaram. Resquícios de memórias.
Como quase tudo se perdeu, o que restou foi a ruína. Os grandes castelos foram ao chão. As majestosas catedrais, tomadas pela decadência. Cidades inteiras, abandonadas.
Não há vida.
Até mesmo a Morte se perdeu. Arruinada, frágil, quase impotente. Incapaz de ceifar por completo os que restaram. Cabe a ela esperar que as memórias fugazes se percam outra vez.
Quando isso acontecer, quando até mesmo a esperança for deixada para trás, ela voltará para buscar aqueles que a ela pertencem. Afinal, esta uma verdade que a Morte sabe bem:
Você pode reencontrar o que perdeu, mas nunca o que abandonou.

Perdidos é um RPG Powered by the Apocalypse inspirado por Bloodborne e a franquia Dark Souls, da From Software. É um jogo no qual você encontrará uma visão geral de um mundo em ruínas, fragmentado a ponto de nele restarem apenas memórias. Isso inclui as relíquias de outrora, feras monstruosas, seres que esqueceram seu propósito, e caminhos tortuosos a trilhar.

paperbackstack_2200x1968_transparenteSobre o livro

Perdidos é um jogo de RPG Powered by the Apocalypse que fala da ruína, do esquecimento, e da nossa busca por nós mesmos num mundo que é um reflexo sinistro do fim do século XIX, na Era Vitoriana. Somos o que nossas memórias nos fazem crer e, quando as perdemos, também deixamos nossa essência de lado. Enfrentar isso tudo é o que nos dá a esperança para seguir em frente.

Agora, o que você vai encontrar nestas páginas? Vamos ver…

  • Uma visão geral do mundo de Perdidos, com seus Primordiais, suas Facções (Pactos), e o Altar dos Antigos;
  • Regras e movimentos básicos, seguindo a mecânica dos jogos Powered by the Apocalypse;
  • Doze (12) arquétipos/playbooks: o Acadêmico, o Aristocrata, o Artista, o Caçador, o Detetive, o Escritor, o Fora-da-Lei, o Iniciado, o Médico, o Militar, o Sacerdote, e o Sobrevivente;
  • Uma mecânica única que trata de manter e perder seus resquícios de memória, o que pode fazer com que você se perca para sempre;
  • Dicas e movimentos para o Mestre de Jogo, incluindo também seus Objetivos, Princípios, Frentes e Perigos;
  • Um sistema de geração de toda a região de jogo, de maneira fácil e intuitiva, seguindo os princípios do pointcrawl, apresentando os principais pontos de interesse do mundo de jogo;
  • Equipamentos, bestiário, e muito mais.

Clique aqui para apoiar o projeto!

O autor

Perdidos é um projeto de Marcelo Paschoalin. Jogando RPG desde 1986, Marcelo é escritor de literatura fantástica, autor e tradutor de RPG, Druida, Mestre Maçom, Chevalier da Ordem DeMolay, professor de tarot, e divide seu lar com 7 (sete) gatos – sim, ele tem sete(!) gatos no apartamento dele.

Dentre os financiamentos coletivos que já organizou com sucesso, os de RPG incluem AtisiFoices & FeitiçosSaqueadores na Fronteira, zauBeR, Aventuras, Foices & Feiticos, Mundos Antigos: Atisi, e também o RPG Ancient Worlds: Atisi, resultado de um financiamento coletivo internacional.

Por que apoiar o projeto?

Perdidos não é apenas um RPG inspirador por Bloodborne Dark Souls: ele é mais um marco em nossa caminhada RPGística para que tenhamos cada vez mais material de qualidade em português! Apoiar este projeto significa dar ferramentas a desenvolvedores, mostrando que há mercado para que muito mais surja, mostrando o reconhecimento que temos por esses profissionais.

Agora temos duas notícias: a boa e a melhor ainda.

A boa notícia é que a estrutura do livro já está quase toda pronta. Sim! O texto já está sendo revisado, bastando prepará-lo para incluirmos a arte e finalizarmos a diagramação para, então, poder enviá-lo para a gráfica. Com o projeto financiado, tudo indica que todos receberão seus livros até o fim de outubro de 2019!

A notícia que é melhor ainda é o fato de que os valores de financiamento coletivo deste projeto são pequenos: mesmo com pouco investimento você poderá receber o livro impresso na sua casa!

Mostra um pouco das artes?

Claro! Elas estão a cargo de Harijan Dias (Hari Jan). Morador do Rio de Janeiro, frequentou a Escola de Belas Artes (EBA) da UFRJ, cursando Pintura. Deixando a vida acadêmica para trás, dedicou-se à área de ilustração, quadrinhos, games e projetos que envolvem a indústria do entretenimento, atuando tanto como freelancer, o que lhe permitiu participar de projetos de RPG independentes como o Crônicas RPG, assim como em projetos autorais de quadrinhos e videogames pelo grupo independente Heavy Armory.

60861702_2247442385321485_6203436744122040320_n

Especificações técnicas

O livro impresso terá 268 páginas de miolo preto e branco, em papel couché com 150g/m² de espessura, e capa colorida em papel de gramatura 250g/m² ou superior, com acabamento brilho. O livro será costurado e colado para garantir uma maior durabilidade e resistência ao uso nas mesas de jogo. Seu formato será de 14x21cm, similar ao tamanho de uma folha A5.

Frete

O livro será enviado via Correio, como Impresso (sempre com seguro, para prevenir quaisquer problemas).

Apoiando o projeto

Participar deste financiamento coletivo e tornar o livro Perdidos uma realidade é muito fácil. Funciona basicamente como uma pré-venda, ou seja: você apoia o projeto e, ao fim da campanha, recebe o livro. A diferença é a seguinte: se não batermos a meta proposta, ninguém paga nada: você só vai pagar se o livro se tornar realidade! Isso garante a lisura no processo todo e você tem a certeza de que seu investimento terá um retorno.

Agora, entender como apoiar o projeto, basta seguir três passos: escolher a recompensa desejada, fazer o apoio, e compartilhar a campanha com seus amigos.

Escolher a recompensa é o primeiro passo. Dê uma olhada na relação acima e veja qual chama sua atenção. Na dúvida, escolha Tornando-se um Perdido, que lhe dará direito a um exemplar do livro impresso e em PDF (essa provavelmente será a recompensa mais escolhida na campanha), mas veja as outras opções também — e note que algumas são limitadas.

Fazer o apoio é o segundo passo. É aí que entra aquela parte na barra lateral direita (–>). É só encontrar a recompensa escolhida, clicar sobre ela, e escolher o tipo de frete (basicamente, há a opção de frete nacional, mas se houver demanda a gente inclui outra modalidade). Aí você confirmará o valor do apoio e será levado a outra página, para inclusão dos seus dados e escolher a forma de pagamento (pode ser via boleto bancário ou cartão de crédito, e ainda pode ser parcelado dependendo do valor).

Compartilhar a campanha é o último passo. Quanto mais pessoas souberem, maiores as chances de batermos a meta. E é uma questão de matemática básica: se você gostou e apoiou o projeto, você também quer que ele seja um sucesso — assim, se cada um como você conseguir o apoio de mais duas pessoas, triplicamos o número de apoiadores!

2 pensamentos sobre “Financiamento Coletivo: Perdidos

  1. Pingback: O RPG brasileiro em 2019: Parte 2 – Novos (e antigos) rumos – RPG News

  2. Pingback: Financiamento Coletivo: Audaciosamente indo… – RPG News

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.