Financiamento Coletivo: Tetralogia Angélica (Edição de colecionador)

Pela 1ª vez, um box com os livros da Tetralogia Angélica em capa dura e muitas outras recompensas!

A tetralogia

Escrito entre 2003 e 2005 pelo jornalista Eduardo Spohr, o romance A Batalha do Apocalipse: da Queda dos Anjos do Crepúsculo do Mundo foi publicado no ano de 2007 de forma totalmente independente, em parceria com o site Jovem Nerd. O livro, que conta a história de Ablon, um querubim expulso do céu por desafiar a tirania dos arcanjos, virou um sucesso entre o público nerd. Em 2010, Spohr assinou contrato com a editora Verus, um selo do Grupo Editorial Record, e A Batalha do Apocalipse ganhou as livrarias de todo o Brasil, tornando-se um best-seller instantâneo. Mais tarde, a obra seria publicada no exterior, em países como Turquia, Holanda e Alemanha.

Seguiram-se mais três volumes no mesmo universo fantástico: Filhos do Éden: Herdeiros de Atlântida, de 2011, que acompanha a trajetória de Kaira, um anjo do fogo; Filhos do Éden: Anjos da Morte, publicado em 2013, que tem como foco o personagem Denyel, um querubim que recebeu a incumbência de se infiltrar nos exércitos humanos; e Filhos do Éden: Paraíso Perdido, de 2015, que reune antigos e novos heróis na luta contra um inimigo comum: Metatron, o mais poderoso dos celestiais.

A Batalha do Apocalipse e os três Filhos do Éden foram carinhosamente apelidados pelos leitores de “Tetralogia Angélica”. Em 2016, a série ganhou uma enciclopédia visual – Filhos do Éden: Universo Expandido – ricamente desenhada pelo ilustrador Andrés Ramos e com regras compatíveis com jogos de RPG.

Finalmente agora, 12 anos após o início da saga, o Grupo Editorial Record e Eduardo Spohr lançam essa edição limitada, para você que deseja ter todos os exemplares em capa dura, com o seu nome impresso e eternizado nas páginas dessa aventura celeste.

Clique aqui para participar do financiamento coletivo

Box_Tetralogia_Angélica_Edição_Especial_-_Aplicação_de_sombras

O projeto

Este projeto foi originalmente concebido em 2017. A ideia era lançar o box de colecionador como parte da comemoração dos 10 anos de A Batalha do Apocalipse. No entanto, o Grupo Editorial Record esbarrou com um problema: o alto custo de produção e de distribuição, que acabaria elevando o preço a patamares inconcebíveis ao leitor.

O projeto foi deixado de lado, até que a popularização das campanhas de financiamento coletivo deu novo fôlego a esse sonho que antes parecia impossível. Retirando as despesas de distribuição para as livrarias e optando pela venda direta, todo esse material passou a tornar-se novamente acessível ao público.

O sistema de crowdfunding permite, também, que os leitores escolham opções de brindes e recompensas. Os planos são sempre progressivos. Se você escolher a opção “Arconte”, por exemplo, apoiando o projeto com R$ 250, recebe não só box de colecionador como também as recompensas relativas aos planos “Anjo” e “Decano”.

Os autores

EDUARDO SPOHR nasceu em junho de 1976, no Rio de Janeiro. Filho de um piloto de aviões e de uma comissária de bordo, teve a oportunidade de viajar pelo mundo, conhecendo culturas e povos diferentes. Como nunca soube desenhar, aprendeu a extravasar sua imaginação na escrita, produzindo contos, novelas e roteiros.

A paixão pela literatura e o fascínio pelo estudo de história o levou a cursar Comunicação Social. Começou a trabalhar em agências de publicidade, mas acabou, gradualmente, migrando para o jornalismo. Formou-se pela PUC-Rio no ano de 2001 e se especializou em mídias digitais. Trabalhou como repórter no Cadê Notícias, na StarMedia, no iG, como analista de conteúdo do Ibest e depois como diretor de jornalismo do portal Click 21. Atualmente, dedica-se à literatura em tempo integral.


ANDRÉS RAMOS é ilustrador brasileiro, residente em Paris desde 2014. De 2000 a 2009, trabalhou com animação de videoclipes e programas publicitários para a TVE brasileira. Pelos próximos 6 anos, foi ilustrador e storyboarder freelancer em várias empresas cinematográficas brasileiras e internacionais de renome, como Conspiração Filmes, O2 e Hungryman.

É co-autor do livro “Filhos do Éden: Universo Expandido” e “As Crônicas de Ghanor”, lançado pelo portal Jovem Nerd. Atualmente trabalhando em como ilustrador freelancer em Paris.


CARLOS XIMÚ, nascido no Rio de Janeiro, em janeiro de 1974, é dos mais talentosos mestres da atual cena do RPG brasileiro. Esteve envolvido com o hobby desde o início dos anos 90, colaborando na coordenação de diversas partidas de live-actions. Criou o personagem Orion, o Rei Caído de Atlântida, que aparece nos romances “A Batalha do Apocalipse” e “Filhos do Éden: Paraíso Perdido”. Ajudou a imaginar o universo da tetralogia angélica junto de Eduardo Spohr e co-escreveu a aventura de RPG “Filhos do Éden: Sombras do Abismo”.

Hoje, é mestre e administrador do canal de streaming Casa Velha, redator do site Rede RPG e escreve para a revista New Order Warriors (N.O.W.), além de atuar como revisor e freelancer em projetos ligados ao jogos de role-playing game.


PAULO CARVALHO, formado em Artes Cênicas pela Faculdade Paulista de Artes (FPA), trabalhou com teatro de animação de 2009 a 2014, tendo participado da Cia. Stromboli e apresentado as peças “O Casamento da Baratinha”, “A Bela” e a “Fera e Sherazade”, além de ter criado vídeos para o canal Empório dos Bonecos.

É criador do podcast Caixa de Histórias, que faz parte da família B9 de podcasts, onde toda a semana ele lê trechos dramatizados de obras literárias e recebe convidados de destaque na internet brasileira.

A editora

Fundada em 2000 como uma editora de poesia, a Verus solidificou sua presença no mercado editorial com publicações variadas. Foi adquirida pelo Grupo Editorial Record em 2010, atualmente hoje reúne autores de renome nacional e internacional como Eduardo Spohr, Carina Rissi, Francine Rivers e Jodi Picoult. Uma das pioneiras na literatura New Adult no Brasil, lançou livro de Jamie McGuire e Tammara Webber. Em seu catálogo, além da épica Tetralogia Angélica, está a sensual série best-seller A garota do calendário e a divertida série infantil Diário de uma garota nada popular.


Um dos maiores conglomerados editoriais da América Latina e com o maior catálogo no segmento dos não-didáticos, o Grupo Editorial Record tem atualmente cerca de sete mil títulos e lança aproximadamente 25 livros por mês.

Fundada em 1942 por Alfredo Machado e Décio Abreu como uma distribuidora de quadrinhos e outros serviços de imprensa, hoje é composto por 16 selos editoriais com perfis distintos.

Com a marca da bibliodiversidade, o Grupo publica livros de ficção; narrativas históricas e científicas; ensaios culturais, sociológicos, literários e filosófico; reportagens; romances policiais e de suspense, literatura infantil e quadrinhos.

Com um parque gráfico próprio, composto pelo Sistema Poligráfico Cameron, um moderno equipamento de impressão, único no continente, saem até 100 livros de 200 páginas por minuto.

Um pensamento sobre “Financiamento Coletivo: Tetralogia Angélica (Edição de colecionador)

  1. Pingback: O RPG brasileiro em 2019: Parte 2 – Novos (e antigos) rumos – RPG News

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.