Financiamento Coletivo: Box Literatura Fantástica Rara

Clássicos “A Rainha do Ignoto” e “A Filha do Rei de Elfland” para os fãs de literatura fantástica!

CAMPANHA ABERTA! Aproveite o kit preparado especialmente para os dois livros ♥

A magia e o dinamismo feminino se encontram em duas obras clássicas no box Literaturas Fantásticas Raras

O aclamado e esperado “A Rainha do Ignoto” ganha nova edição completa no Brasil depois de anos desde seu último lançamento, em 2003. Escrito pela cearense Emília Freitas e publicado originalmente em 1899, a obra, pioneira da fantasia e ficção científica nacional, estava esgotada há anos em todas as livrarias, bibliotecas públicas e sebos virtuais. Para acompanhar a Rainha, a Editora Wish traz ao Brasil o inédito “A Filha do Rei de Elfland”, escrito por Lord Dunsany em 1924, cujos direitos foram adquiridos exclusivamente para este financiamento coletivo. A obra é mundialmente conhecida por ter sido influenciadora de autores como Lovecraft, Tolkien, Neil Gaiman e Del Toro, e narra a história de um mundo fantasioso cheio de magia, bruxas e elfos.

Clique aqui para apoiar o projeto!

BOX_mockup_OK

As sinopses

A Rainha do Ignoto (1899)

A Rainha do Ignoto (1899), discorrendo sobre temas relacionados à alma feminina e sua situação na sociedade patriarcal, revela uma sociedade secreta de mulheres, hierarquicamente organizada em uma ilha, denominada Ilha do Nevoeiro, governada por uma Rainha que recrutava mulheres a partir do sofrimento vivenciado por elas no cotidiano. A Rainha do Ignoto é uma curiosa narrativa que, lembrando velhas lendas, recria num clima de mistério a beleza dos contos europeus. O grande interesse do livro está na criação de uma utópica comunidade de mulheres, uma comunidade perfeita, a das chamadas paladinas que só fazem o bem e buscam ajudar aos perseguidos.

MOCKUP_2_RAINHA

A Filha do Rei de Elfland

O estilo poético e a grandeza arrebatadora de A Filha do Rei de Elfland (1924) o tornaram um dos romances de fantasia mais amados do nosso tempo, uma obra-prima que influenciou alguns dos maiores fantasistas contemporâneos.

Na história, o Senhor de Erl descobre que seu povo gostaria de ser governado por um mestre mágico. Obedecendo aos costumes, o Senhor envia seu filho, Alveric, para encontrar a filha do Rei de Elfland, Lirazel, e torná-la sua esposa. Alveric parte em sua busca com a ajuda da bruxa Ziroonderell. Assim como muitas noivas mágicas do folclore, Lirazel não se adapta à realidade humana e retorna a Elfland, e Alveric, apaixonado, tenta mais uma vez procurá-la.

A história comovente do casamento entre um homem mortal e uma princesa elfa é uma tapeçaria magistral do conto de fadas que segue o “felizes para sempre”.

MOCKUP_2_dunsany

Biografia dos autores

Emilia Freitas

Emília Freitas foi romancista, poeta e professora. Nascida em 1855, no interior do Ceará, viveu parte de sua vida em Fortaleza e Manaus, duas cidades que influenciaram a construção da ambientação em suas obras. Participou ativamente dos movimentos sociais da época, colaborando em periódicos abolicionistas e fazendo parte da Sociedade das Cearenses Libertadoras – uma associação feminina em prol da abolição da escravidão. É considerada a autora pioneira da literatura fantástica brasileira com a obra “A Rainha do Ignoto”, que mistura fantasia, ficção científica e um pouco do terror vitoriano.

Lord Dunsany

Edward John Moreton Drax Plunkett, 18º Barão de Dunsany, foi um escritor e dramaturgo anglo-irlandês, notável por seu trabalho em fantasia publicado sob o nome de Lord Dunsany. Mais de oitenta livros de seu trabalho foram publicados, e sua obra inclui centenas de contos, além de peças, romances e ensaios de sucesso. Nascido em um dos títulos mais antigos do grupo irlandês, ele viveu grande parte de sua vida na casa mais habitada da Irlanda, talvez o Castelo Dunsany, perto de Tara, e recebeu um doutorado honorário do Trinity College.

As recompensas

A Rainha do Ignoto

Livro impresso com papel amarelinho de reflorestamento, fonte de leitura confortável, cerca de 400 páginas, revisado e atualizado com prefácio de Alexander Meireles da Silva, professor associado da UFG, pesquisador de Literatura Fantástica e criador do canal Fantasticursos; e posfácio de Adrianna Alberti, pesquisadora e mestre em Letras pela UEMS. Inclui marcador de páginas.

A Filha do Rei de Elfland

Livro impresso com papel amarelinho de reflorestamento, fonte de leitura confortável, cerca de 270 páginas, traduzido por Cláudia Mello Belhassof, tradutora de Enraizados, Doctor Who e Bela Distração, entre outros; e prefácio de Enéias Tavares, autor de Brasiliana Steampunk e Fantástico Brasileiro, professor de Literatura Clássica na UFSM e diretor do ORC Studio. Inclui marcador de páginas. O livro teve os direitos autorais adquiridos para este financiamento coletivo ♥

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.