Financiamento Coletivo: KULT – Divindade Perdida

Fuja de seus pesadelos, negocie com demônios, e se mantenha vivo num mundo de dor, tortura e morte.

KULT: DIVINDADE PERDIDA é o reboot do mundialmente aclamado RPG de terror contemporâneo “Kult”, originalmente lançado em 1991. Esta versão especial do jogo apresenta um conjunto de regras completamente novo, baseada e compatível com a igualmente idolatrada Powered by Apocalipse engine e um cenário atualizado até os dias atuais. Fuja de seus pesadelos, faça barganhas com demônios e tente se manter vivo em um mundo cheio de dor, tortura e morte.

KULT: DIVINDADE PERDIDA é um jogo desejado pelos RPGistas brasileiros desde sempre. Desde os anos 90 quando o jogo era encontrado na mãos de mestres sortudos que ostentavam seus livros como verdadeiros troféus, até os dias de hoje, onde quem tem a sorte de falar inglês consegue o livro ainda que por preços proibitivos.

Acabou a Espera: hoje é o dia que a Buró se orgulha em apresenta o projeto KULT: DIVINDADE PERDIDA em português, com qualidade premium, um preço acessível e materiais extras a serem desbloqueados.

Clique aqui para participar do financiamento coletivo!

A 4ª edição de Kult

A versão que estamos trazendo para o Brasil é a 4ª edição, a última e mais recente, conhecida como KULT: DIVINDADE PERDIDA que tem como principais motes, atualizar o cenário dos anos 90 até os dias de hoje, um novo conjunto de regras muito mais focado em horror e narrativas já que usa a Engine do Powered by Apocalipse e atualizar o já famoso projeto gráfico para os dias de hoje.

Todas as tentativas foram muito bem sucedidas. Kult venceu em 2019 o oscar dos RPGs (o prêmio ENNIE) nas categorias melhor texto e melhor capa.

O interior do livro é uma viagem ao bom gosto gráfico, artes pesadas e bonitas que conseguem fascinar, o uso primoroso de espaços vazios e do preto nas páginas. Kult é uma aula de como fazer um livro de RPG bonito, organizado e funcional.

O cenário

Em KULT: DIVINDADE PERDIDA, o mundo que nos rodeia é uma mentira. A humanidade está presa em uma ilusão. Não vemos as grandes cidadelas de Metrópolis elevando-se sobre nossos arranha-céus mais altos. Não ouvimos os gritos do porão onde escadas escondidas nos levam ao Inferno. Não sentimos o cheiro do sangue e da carne queimada daqueles sacrificados aos deuses que há muito foram esquecidos.

Alguns de nós têm vislumbres além deste véu de mentiras. Temos esta estranha sensação de que algo não está certo – as divagações do louco do metrô parecem carregar uma mensagem oculta, e nosso vizinho recluso não parece ser completamente normal ou humano. Ao descobrir lentamente a verdade sobre nossa prisão, nossos captores e nosso passado oculto, podemos finalmente despertar de nosso sono induzido e assumir o controle de nosso destino.

Esse é o pano de fundo do cenário de Kult que consegue ser rico e conciso onde pouco ou nada é realmente o que parece ser. Em tempos antigos, nós, os humanos éramos Deuses, até que uma entidade conhecida como Demiurgo aprisionou os humanos-deuses numa prisão chamda de ilusão.

A Ilusão é o mundo onde vivemos.

Como esquecemos da nossa natureza divina e há muito tempo o Demiurgo sumiu, a ilusão começa a ficar enfraquecida causando em alguns de nós uns pequenos lapsos dessa memória perdida que revela a verdadeira natureza do Mundo.

É aí que entram os personagens jogadores!

Em Kult jogamos como jogadores Conscientes, humanos que tiveram contato com essas fraturas e mesmo que este contato tenha sido limitado e simplório, já foi o suficiente para que este vislumbre por detrás da ilusão os tornem curiosos quanto a verdadeira natureza do mundo.

E é assim que a realidade vai se descortinando aos olhos dos personagens que a medida que vão descobrindo a verdade, vão tendo de lutar com tudo o que estão descobrindo e para manter sua sanidade intacta.

Como é uma partida de Kult?

Alguns exemplos de histórias que se pode ambientar jogando Kult:

1. Brasil, Santarém 1938, uma expedição nas selvas equatoriais da Amazônia descobrem ruínas de coisas que não deveriam estar ali. O que foi descoberto? Por que o financiador da expedição desapareceu? Desde quando demônios viraram criaturas do folclore do povo da floresta?

2. Chicago 1970, 15 anos depois da formatura a turma de 1955 vai se encontrar na pequena cidade do meio-oeste onde vocês nasceram e cresceram. Mas… e se mais alguém se lembrar das coisas terríveis que vocês fizeram na juventude? As noites de sexo sujo, regada a rock e sangue. Os rituais, os cânticos, os “convidados”… E se toda a verdade vier a tona? Por que você continua tendo sonhos terríveis sendo torturado por um asiático?

3. Paris 2002, refugiados da Guerra dos Balcãs sofrem um estranho fenômeno de ilusão coletiva. Isso não seria um problema para você se você não fosse um dos refugiados e seus sonhos não estivessem povoados de demônios torturadores. Como calar estas vozes que nunca te deixam dormir? Dar um tiro na própria cabeça nunca foi tão tentador…

4. Cairo 2020, estes escritos previram uma pandemia mundial no inicio dos anos 2020. Como tudo isso pode estar descrito em detalhes neste livro editado em Beirute em 1972 cujo autor simplesmente desapareceu? O filho do autor foi preso em paris em 2002 aparentemente culpado de uma série de assassinatos brutais. O que uma história liga a outra?

Todas estas histórias são ótimos pontos de partida para que um jogo típico de Kult comece. Daí em diante os temas e as histórias de fundo vão se desenvolvendo e a verdade vai se descortinando aos olhos de personagens.

O sistema

A 4ª edição de Kult usa a já famosa e reconhecida Apocalypse Engine, com suas mecânicas simples, interessantes e que favorecem jogos com narrativas densas como o Kult.

Praticamente todas as ações dos personagens são resolvidas jogando 2d10 e somando o valor do atributo (tipicamente entre -2 e +3) contra uma dificuldade fixa.

Em Kult o mestre NUNCA rola os dados, toda a definição das situações são dadas pelos resultados dos testes dos jogadores que quando resultam numa falha, permitem ao mestre poder usar movimentos, que nada mais são do que decisões narrativas que podem prejudicar os jogadores imediatamente ou reservas que podem criar empecilhos que serão usados contra o personagem e em favor da história em um momento futuro.

Segue um pequeno exemplo:

Um jogador investigador está tentando subornar o chefe de TI da empresa para conseguir acessar um Banco de Dados ultrasecreto. O jogador rola os dados e infelizmente falha.

Com esta falha o mestre pode decidir uma um movimento que:

– Faz com que o Chefe de TI pegue o telefone e chame a polícia; ou

– Faz com que o Chefe de TI assustado, delete todo o Banco de Dados;

No entanto imagine que o resultado dos dados fosse um sucesso parcial. Neste caso o mestre pode usar uma reserva:

 O Chefe de TI se convence da besteira que fez ao chamar a polícia e acaba deixando que vocês copiem o que precisam no pendrive, mas sair do prédio com a polícia cercando o quarteirão será um desafio.

– O Chefe de TI se convence da besteira que fez ao apagar o Banco de Dados e acaba contando a vocês onde pode ser encontrado o backup, numa filial em outro continente.

Esta estrutura que integra a narração com o sistema, parece muito simples, mas é uma ferramenta com muita força de criação de histórias inesperadas e imponderáveis. Essas mecânicas enxutas e um sistema de criação de personagem baseado em arquétipos faz com que criar personagens e jogar seja simples, rápido e divertido.

A descrição de cada arquétipo possui duas páginas e traz tudo o que você precisa para distribuir seus pontos entre os atributos e já trás uma lista concisa mas competente de vantagens e desvantagens que tornam seu personagem único.

O livro

A qualidade gráfica dos livros de Kult é impressionante e nós da buró tomamos uma decisão e muito cuidado para que a qualidade premium chegasse ao Brasil exatamente como lá fora.

Fizemos questão de selecionar a dedo a gráfica que produzirá o Kult no Brasil e manter os pilares que fazem do Kult um dos livros mais bonitos do mercado internacional.

Qualidade ou Preço

Entre um ou outro, ficamos com os dois. Estamos trabalhando com margens menores, preço menores, mas não fizemos concessões na qualidade. Montamos uma engenharia financeira na produção dos livros para reduzir custos, importar alguns itens e usar toda a nossa expertise de produção internacional para proporcionar um produto de alta qualidade e como você está vendo com um preço muito condizente com a realidade atual da economia, mas muito mais acessível que no resto do mundo onde o livro custa entre 50 e 60 Euros.

Livro basicão e metas de melhorias? Aqui não!

Descartamos de imediato essa possibilidade por que acreditamos que o Kult diferente de vários outros livros é o que é também pelo seu diferencial gráfico. Um livro que há 30 anos se difere pelo desenho gráfico não pode ser concebido pra ser impresso de qualquer maneira. Nada abaixo do melhor para o seu Kult.

Nosso Kult terá desde o início uma impressao em 5 cores (as 4 normais + o dourado), reservas de verniz, papel couchê antireflexo de alta gramatura com revestimento matte e a fita de cetim para marcação de páginas.

Além disso, mantendo qualidade internacional e preços acessíveis acreditamos que ajudamos o mercado a evoluir e a dar mais atenção e importância ao tema da qualidade gráfica. Cresce o mercado e todos ganhamos.

O Dourado, uma epopéia.

Conseguir produzir a cor dourada do Kult no Brasil foi uma epopéia, ainda mais em um mundo em pandemia. Conseguir identificar os fornecedores corretos, os importadores corretos, os corretos tons de dourado, enfim encontrar a tecnologia perfeita para produção dos miolos dos livros, foi um desafio, mas estamos orgulhosos! Nosso Kult nacional terá a 5ª cor dourada e você não precisará pagar nada além do que ele custaria com as normais 4 cores.

Acabamento premium

todos os itens do acabamento sod livros internacionais estão garantidos no nosso livro. Reservas de verniz, papel couchê antireflexo de alta gramatura com revestimento matte e a fita de cetim para marcação de páginas. enfiamos na cabeça que teríamos que fazer o livro de RPG mais bonito da história do mercado brasileiro. E com o seu apoio, não só achamos, mas vamos conseguir!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.