Financiamento Coletivo: Chover e Relampiar

Um jogo de RPG sobre marginalidade e espiritualidade carioca, com foco no estudo da religião Umbanda

“Chover e Relampiar” é um projeto de pesquisa, elaboração e distribuição de livros de RPG e de natureza acadêmica (não-ficção) sobre a religião Umbanda. Portanto, vamos entregar dois novos livros: um de RPG chamado “Chover e Relampiar – Dados e Macumbas” e outro de pesquisa de campo chamado “Na Trilha do Terreiro”. Dessa forma, ao contribuir com esse projeto você estará apoiando em nossa pesquisa acerca da cultura, práticas, mentalidades e diretrizes da Umbanda e seus praticantes, assim como colateralmente estará apoiando diversas entidades sociais – veja mais em Retribuição Social.

Clique aqui para participar do financiamento coletivo

Lugar de fala

Nós, da Jotun Raivoso não praticamos a religião Umbanda, tampouco temos um propósito especificamente religioso nesse projeto. Também não podemos dizer que compartilhamos todas as experiências de alguém familiar com este tema. Queremos deixar claro que estamos para este tema de modo análogo ao que poderíamos estar com outro quadro de crenças, histórias e lendas que usualmente povoam os cenários e aventuras de RPG. Nesta iniciativa, cabe esclarecer que conhecemos aquilo que a sociedade e os meios educacionais padrões nos permite conhecer, o que incorpora tanto de senso comum, como de possíveis divergências de percepção e significado de certos símbolos. Por outro lado, a Jotun Raivoso adora desenvolver sobre o que é mí(s)tico e em particular, do que é rico em perspectivas diferentes. Vale lembrar que muitos produtos relacionados ao RPG se tem produzido aqui nas terras tupiniquins e, paradoxalmente, carregam tão pouco de nossa própria epiderme. É por isso que o projeto “Chover e Relampiar” torna-se um caminho de mão dupla: Um RPG nacional e com tema nacional e um estudo pormenorizado livre de preconceitos e lugares comuns do tema. Nossa proposta não desafia a representação autêntica dos praticantes e devotos da religião e dos seus costumes, em fato, os convida a conhecer e compartilhar sua opinião sobre nossa visão, admitidamente externa e sem intento de minimizar, desnaturalizar ou mistificar qualquer conjunto de credo ou cultura.

Sobre os livros

“Chover e Relampiar – Dados e Macumbas”: será um livro de RPG que com o qual o jogador interpretará personagens Médiuns – pessoas com capacidade conectiva com entidades espirituais. Os jogadores escolherão dentre as nove linhas qual seguir e, uma vez o feito, ele segue os dogmas e recebe poderes mágicos daquela linha. Sim, magia!

Magias – As magias em “Chover e Relampiar – Dados e Macumbas” é como é chamado no meio de “magia sutil”, cada entidade cede ao seu médium favores, desde transmutação material, adivinhações ou poderes de cura. Um pouco de liberdade poética, né?!

Este volume terá no mínimo 200 páginas, em formato A5. Capa colorida em brochura. Ao batermos a marca de R$ 6.500,00 arrecadados, entregaremos o livro “Chover e Relampiar – Dados e Macumbas” em capa dura. Miolo em preto e branco, impresso em alta qualidade – outras melhorias, como mais páginas e ilustrações estão programadas conforme metas estendidas forem alcançadas. Todas as melhorias atendem integralmente os apoiadores através da cópia dos livros. Seu conteúdo inclui todas as regras de jogo, desde dicas de narração e criação de personagens, descrição das entidades, guias espirituais e outros personagens e monstros prontos.

Cenário – Em “Chover e Relampiar”, os jogadores interpretarão seus personagens durante os anos das décadas de 1930/1940 – Época essa denominada como Estado Novo (1937-1945) e conhecida como uma época autoritária e persecutória, principalmente aos praticantes da Umbanda (ou às pessoas pretas, de modo geral). Além de enfrentarem intolerâncias, maus tratos e assédios por parte da sociedade, os Médiuns também têm que lutar (tanto no plano físico quanto no espiritual) contra outros Médiuns, que voluntariamente ou não incorporam espíritos involuídos e se manifestam como diversas personagens, bestas e monstros das lendas brasileiras. O livro contará também com levantamentos históricos do cenário para melhor atender aos jogadores, inclusive levantamento antropológico do cotidiano marginal dessa época. Teremos também pelo menos três aventuras prontas, e uma delas escrita pelo grande Newton Rocha, o Tio Nitro, da NitroDungeon. As outras duas (ou mais) serão escritas por jogadores de RPG e praticantes da Umbanda (ainda a decidir os escritores).

“No Rastro do Terreiro” será um livro de natureza acadêmica, ou seja, não-ficção, que descreverá como foi realizada a pesquisa de campo que fizemos no intuito de escrever o livro de RPG. Ele contará com descrições, narrações, entrevistas, registro fotográfico, ilustrações dentre outros meios que compõem qualquer boa pesquisa. A pesquisa de campo se concentrará em visitas de diversas casas e terreiros de umbanda e, ou em outras localidades concernentes. Esse livro terá como objetivo desmistificar o assunto, o abordando de uma forma positiva, séria, especialmente porque temos que enfrentar a intolerância religiosa que ainda é muito frequente na sociedade brasileira – principalmente aquelas de origem africana. Além disso, contará com um descritivo dos bastidores da criação de nossos jogos. Este volume também terá no mínimo 200 páginas, ilustrado e tamanho de 14cm x 21cm. Capa em brochura. É um livro compromissado com a verdade e com o objetivo de quebrar paradigmas.

Artbook – Ao batermos a meta de R6.000,00, incluiremos no “No Rastro do Terreiro” um compêndio sobre os bastidores da criação artística de todos os livros oferecidos. Trata-se de um passo a passo de todo o processo ilustrativo, desde os rascunhos às artes finalizadas.

“Resistência Glórqui” – estamos oferecendo inclusive o primeiro livro da Jotun Raivoso. Um livro de RPG que com ele os jogadores interpretam calangos antropomórficos do planeta Tchuruba que estão em guerra contra os humanos uma vez que esses invadiram seu planeta natal e desde então tem explorado os recursos naturais dali e explorado os glórquis. Resistência Glórqui é um livro com 160 páginas, ilustrado e em tamanho 14cm x 21cm. Uma vez confirmado qualquer apoio, enviaremos um arquivo em PDF para o apoiador.

Mas o que é este tal de RPG?

Role Playing Game – ou jogo de interpretação de papéis. é um jogo no qual os participantes interpretam personagens fictícios e criados por eles mesmos e vivem histórias, vencem obstáculos e decifram enigmas impostos pelo narrador. Tudo na segurança do lar, claro. Jogar RPG é uma atividade rica em ludicidade que concede a seus praticantes benefícios como interpretação de texto (estimula a leitura e amplia o vocabulário também), desenvolve o pensamento analítico, prático e estratégico (afinal, é um jogo) e desenvolve capacidades sociais como companheirismo, trabalho em equipe, tomadas de decisão… oxi… a lista é enorme. Se você não conhece esse jogo, vale a pena conhecer.

Atribuição social

Motivados pelo maior ensinamento e diretriz da Umbanda, a benevolência e caridade (alheias à soberba e ao orgulho), temos o interesse em retribuir socialmente tudo aquilo que nos vier de bom:

1 – 10% de todo o valor arrecadado será destinado como doação à “Casa de Repouso – Lar Irmã Scheilla”, situada em nossa cidade natal, Colatina/ES;

2 – Ao atingirmos a meta de R$8.000 os apoiadores da recompensa “Apoio Master” poderão indicar entidades sociais para receber uma cópia física de um de nossos livros;

3 – Faremos doação em materiais escolares, higiene pessoal ou de higiene doméstica à entidades sociais quando estivermos realizando as pesquisas de campo;

Os valores das Retribuições Sociais não foram mensuradas no orçamento dos livros. Os recursos financeiros terão como origem pessoal.

A lista das entidades sociais, registro fotográfico das entregas dos materiais doados e outros registros afins estarão incluídos no livro “No Rastro do Terreiro”.

Jotun Raivoso

A Jotun Raivoso é um portal colaborativo que visa promover a democratização de nosso querido hobby – o RPG. Pretendemos lançar livros de RPG, compêndios, materiais de apoio, romances e outras mídias. Sim. A Jotun Raivoso ainda é pequena. Mas, com a sua ajuda conseguiremos atingir nossos sonhos!

Os autores

Marcus “Baikal” Cristo é graduado em Direito, graduando em História e pós-graduado em gestão da educação, com foco na aplicação de jogos de simulação e interpretação no ensino. Mestre de RPG com o hobby de criar adaptações e cenários novos. Costuma ser um recurso útil para levar ideias de RPG a cabo, embora esta seja a primeira levada à publicação, com a intenção de continuar servindo na criação de cenários que informam bem aos jogadores sobre novos mundos para conhecerem.

Wesley Alves é Neuropsicopedagogo, licenciado em História e com diversos cursos e pós-graduação no ramo educacional. Há anos desenvolve trabalhos de aplicação de RPG como ferramenta lúdica e não-formal em diversos ambientes escolares.

Kyara Guaitolini da Costa, ou “KGC”, é formada em Artes Plásticas na UFES, e em Animação 2D pela Arcane. Apaixonada pelo do mundo do RPG, da interpretação e criação de personagens. Atualmente trabalha com ilustração e composição de cenários e personagens de diversas temáticas

Conheça mais de seu trabalho nos links abaixo:

Página do facebook: https://m.facebook.com/profile.php?id=759976714094311&ref=content_filter

Página do Instagram: https://www.instagram.com/kgcart1/


O Financiamento Coletivo teve início em 21/01, dia nacional do combate a intolerância religiosa

10% da arrecadação será doado para Casa de Repouso “Lar Irmã Sheilla”


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.