Financiamento Coletivo: De onde viemos? – Por Carlos Ruas

O que os deuses e os cientistas têm a dizer sobre a origem do universo?

De onde viemos? Como surgiu o mundo? De onde veio a humanidade? Essas são perguntas que nos intrigam desde os primórdios, e nada melhor do que os deuses para resolver as nossas angústias, trazendo respostas e sentido para a realidade em que vivemos.

Carlos Ruas pesquisou vários criacionismos pelo mundo, desde os mais comuns, como o Gênesis bíblico, quanto os mais exóticos, como o da tribo das Ilhas Banks, no arquipélago de Vanuatu, na Oceania, e escolheu os 12 mais interessantes para serem representados em seu livro.

Além do consagrado traço de Ruas, o livro reunirá mais 12 artistas do cenário nacional dos quadrinhos para ilustrar cada um dos criacionismos selecionados, tornando o projeto ainda mais diverso, criativo e original.

udo se passa no famoso “Buteco dos deuses” após uma confusão de quem seria o único e verdadeiro Deus criador. A partir desse impasse, eles decidem competir entre si contando as próprias versões da origem do mundo a dois mortais, que devem votar na melhor história. Os jurados selecionados foram George Lematrê, que teorizou o big bang e Charles Darwin, que teorizou a seleção natural. Além de terem a responsabilidade de escolher qual será o vencedor, ambos entram no jogo e dão as suas contribuições, explicando de forma cientifica o que sabemos hoje sobre a origem da vida e do cosmo.

História, religião e ciência contados em uma linguagem de quadrinhos de forma didática: isso é o que você encontrará no livro “De onde viemos,” de Carlos Ruas, que considera este livro o seu projeto mais ambicioso da última década do “Um Sábado Qualquer”.

Clique aqui para participar do financiamento coletivo

Artistas

Conheça os artistas que participam deste projeto e os criacionismos que ilustrarão:

Anderson Awvas https://www.instagram.com/awvas/ – Voodoo

Cecília Ramos (Cartumante) https://www.instagram.com/cartumante/ – Ilhas Banks

Daniel HDR https://www.instagram.com/danielhdr/ – Grego

Guilherme Bandeira https://www.instagram.com/guilherme_bandeira/ – Maia

Gui Nascimento https://www.instagram.com/guil38/ – Nórdica

Gustavo Borges https://www.instagram.com/gustavoborgesart/ – Chinesa

Jean Lins https://www.instagram.com/_jeanlins/ – Iorubá

Laís Santos https://www.instagram.com/laartg/ – Indígena

Mario Cau https://www.instagram.com/mariocau/ – Egípcia

Paola (Papoulas Douradas) https://www.instagram.com/papoulasdouradas/ – Hindu

Paulo Moreira https://www.instagram.com/paulomoreirap/ – Eslavo

Petit Abel https://www.instagram.com/petitabel/ – Cristão

O autor

Carlos Ruas é quadrinista, empresário e criador do Um Sábado Qualquer, Mundo Avesso e Cães e Gatos, três universos distintos e criativos que compõem a sua obra.

Ruas nasceu em 1985, na cidade de Niterói – RJ e, desde cedo, demonstrou interesse e talento para o desenho. Graduou-se em design gráfico e trabalhou em uma produtora cultural enquanto lançava em 2009, nas redes sociais, o USQ.

O sucesso das tirinhas que abordavam as religiões com humor e irreverência possibilitou que, em 2011, o “Um Sábado Qualquer” fosse um dos blogs de quadrinhos mais acessados do país, conquistando um público diversificado e aberto à reflexão. Reconhecido, então, participou do livro em homenagem a Maurício Souza, “MSP novos 50”.

Tem sete livros publicados, tanto por editoras, quanto por financiamento coletivo. Seu 4° livro, “A infância de Cristo”, arrecadou R$ 280 mil na plataforma Catarse, batendo o recorde de maior arrecadação nerd. Ao todo, lançou seis campanhas na plataforma, entre livros e produtos como pantufas e pelúcias – todos viabilizadas pelo apoio de antigos e novos fãs.

Aliando a arte ao mundo dos negócios, fundou em 2013 a empresa Um Sábado Qualquer, ampliando a sua atuação como quadrinista ao criar produtos personalizados e comercializá-los online.

Em 2014, estreou seu canal do Youtube que conta com animações, curiosidades e mais de 426 mil inscritos. No mesmo ano, criou o “Mundo Avesso”, que é definido pelo autor como tirinhas de “filosofia visual”, trazendo reflexões sobre valores, virtudes e ações, entre outras.

No ano de 2016, criou os personagens “Cães e Gatos”, com tirinhas que mostram como lidar com as diferenças, os relacionamentos e, acima de tudo, o amor.

Em 2017, o livro “Un samedi quelconque” foi publicado em todos os países de língua francesa pela editora Aliance Magic.

Ruas marca presença nos principais eventos geeks/nerds no país, como a Comic Con e Bienais do Livro, além de feiras regionais, que o mantém em contato com fãs nos quatro cantos do país. Também foi chargista convidado do programa Roda Viva por duas vezes: em 2016, com os entrevistados Leandro Karnal e Luis Felipe Pondé, e em 2018, com Ziraldo como atração principal.

Premiado, Carlos Ruas ganhou o troféu HQMix (o “Oscar” dos quadrinhos brasileiros) na categoria Webtiras em 2012, e em 2015, o livro “Êxodo: nos bastidores da bíblia”, conquistou o 32° Troféu Angelo Agostini.

Atualmente, o USQ possui 2,7 milhões de seguidores no Facebook, 663 mil no Instagram e 60 mil no Twitter. Retomou, em 2020, as animações em seu canal no Youtube.

Segue participando ativamente do canal de divulgação científica Bláblálogia como convidado fixo do “Café Com Quê”, debatendo temas variados e relevantes com Emilio Garcia e Pirula.

Por sua produção artística consistente nas redes sociais, no mercado literário e em projetos comerciais bem sucedidos, Ruas se consolida um dos principais quadrinistas do cenário nacional.



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.