Uma Visão Sobre Fudge

Freeform Do-It-Yourself
Gaming Egine

Sistema de Jogo Adaptável, Universal
e Faça Você Mesmo

Traduzindo mais ainda, Fudge significa que é um RPG que não vem pronto, você que terá de adaptar e criar este sistema. Ele é usado no livro Anel Elemental: O Legado (AEoL) até a publicação deste era desconhecido dos brasileiros. O que poucas pessoas sabem é que o Módulo Básico deste sistema estava na pauta de publicação da Devir Livraria mas esta acabou não ocorrendo.

Agora, com base na versão em português traduzida por Fábio Emílio Costa e disponível na REDERPG estarei falando especificamente deste meta-sistema.

As Licenças
FUDGE é um jogo livre, tal como o Sistema Daemon e o D20 System e como tal, é necessária a publicação de licenças indicando que você está fazendo uso deste sistema.

É necessário colocar em seu livro 2 notas legais designadas Sobre o Fudge (About Fudge) e Atenção ou Repúdio (Disclaimer) na íntegra com seu nome, caso você vá publicá-lo e desjear cobrar é necessário uma autorização do autor Stephan O’Sullivan.

Meta-Sistema?
Há alguns parágrafos citei que FUDGE é um meta-sistema, isto significa que a partir dele você poderá criar outros sistemas baseados em FUDGE.

O sistema utiliza Atributos, Vantagens (Aqui chamados de Bençãos, em AEoL são Dons), Desvantagens (aqui chamados de Falhas) e Perícias, mas não os especifica. Quem deve decidir quais irão ser utilizados é o Mestre. Por exemplo, se tivermos um mestre fã dos Atributos de Storyteller, Bençãos e Falhas de GURPS e fã das Perícias de OPERA, será possível fazer esta mistura livremente, bastando usar apenas o Bom Senso. O próprio livro incentiva isso, mostrando os sistemas 3d6 (utilizado em GURPS) e 1d100 (ou 1d%) como ficariam em Fudge. Ou seja, se você tem Acrobacia 14 em GURPS será um Bom Acrobata em Fudge.

Pitacos sobre o sistema
Em Fudge é utilizada a divisão de pontos entre todas as características, ao qual o mestre pode sugerir a divisão de quantos pontos podem ser colocados em cada “região” da planilha. Por exemplo, como citado no AEoL: 35 níveis, sendo que 9 devem ser gastos com Atributos e 26 com Perícias, sendo que 6 níveis são para Bençãos se as Falhas totalizarem o mesmo número.

Outra característica é a utilização de nomes em vez de números, ou seja, não se diz que “Meu Guerreiro possui Força 18” mas sim que “Meu Guerreiro possui Força Soberba”. Há a possibilidade de criar os personagens sorteando também, mas este modo é menos utilizado.

Como em cada um dos livros a Escala utilizada é diferente, abaixo é mostrada cada uma delas em ordem crescente:

  • Fudge original: Terrible – Poor – Mediocre – Fair – Good – Great – Superb;
  • Fudge em português: Péssimo – Ruim – Medíocre – Bom – Ótimo – Soberbo;
  • Anel Elemental: Terrível – Inferior – Medíocre – Razoável – Bom – Grande – Excepcional.

Fudge utiliza 3 dados de 6 faces com 2 faces marcadas com +, 2 com – e 2 vazios, mas como esses dados não são vendidos por aqui há 2 métodos que podem ser utilizados, um é pintando as faces indicando que cada cor representa uma forma: 2 faces de verdes (+), 2 faces de vermelho (-) e 2 de branco (neutro), ou usar 4d6, sendo 2 sendo dados positivos e 2 dados negativos, sendo que o menor número é o que vale. Esse método é utilizado no Anel Elemental.

Os testes são feitos do seguinte modo:

“Você está correndo atrás de um bandido, policial. Role sua Destreza para ver se você o alcança”.

O jogador consulta a tabela e vê Destreza Ruim. O Jogador rola os dados e consegue +2, o que torna a Destreza Boa, mas como o Mestre aguardava um resultado Ótimo, devido a distância entre os dois, o jogador não conseguiu seu objetivo.

Há os Pontos de Embuste (Fudge Points) que servem como Sorte ou Pontos Heróicos (no sistema Daemon), fazendo com que a ação tenha sido diferente, se aquele Ferimento Grave que você tomou se torne um Ferimento Leve ou um teste de Perícia que era Medíocre se torne Bom. É possível gastar Pontos de Experiência para adquirir Pontos de Embuste gastando Pontos de Experiência do mesmo que o nacional 3D&T faz.

Não há regras para Pontos de Vida, apesar de ser possível a criação de um Atributo com este título, o método utilizado para verificação do Dano é através de como foi esse dano, se foi apenas um Arranhão ou Ferimento Grave, se este ataque te deixou Incapacitado ou apenas Ferido.

Fudge foi criado como RPG realista, mas existem dicas para o caso de utilizar Heróis Lendários, Superpoderes, Psiquismo, Personagens Não-Humanos, Implantes Cibernéticos, Milagres e Magias Arcanas. Há também exemplos de Animais e Criaturas como Gato e Cavalo até Grifos e Dragões, além da Criação de Classes (Aqui chamados de Modelos) e Raças.

Uma das partes interessantes é a dos Exemplos de Personagens, no qual são mostrados vários exemplos de criação de personagens, desde os medievais, passando pelos modernos, históricos e chegando aos futuristas. Se estiver sem idéias de como irá ser seu cenário e a planilha dele é muito interessante ver esse tópico. Há até uma versão com 2 Atributos (Mental e Espiritual) para campanha Medieval até 12 usado numa campanha Fantasmagórica. Os personagens diversos são muito interessantes, pois apresentam um personagens fantasma, uma vampira detetive particular, um coelho (O que não é tão estranho assim já que autor escreveu GURPS Bunnies & Burrows que trata principalmente desses animais) e um chipanzé de desenho animado, este último caso você queira fazer do seu Fudge um Toon. No final do livro, muitas regras alternativas.

Conclusão
Fudge é um sistema dinâmico e com a possibilidade de escolha das regras que você vai utilizar auxilia muito o mestre, se não souber de como será o seu sistema, pode-se utlizar os personagens prontos como base.

Mas sempre é bom pensar e repensar como será seu sistema para não cometer equívocos.

Sites sobre Fudge
Fudge RPG – Site Oficial do Fudge.
Grey Ghost Games – Editora que publica Fudge nos EUA.
Steffan O’ Sullivan – Site do Autor.
Fate RPG – Uma das versões adaptadas do Fudge.
Fudge Brasil – Site de Fábio Emílio Costa que traduziu o Fudge e inclui adaptações como a da série “Carga Pesada” para o sistema.
Projeto RPG – Site do Projeto RPG, que lançou o livro Anel Elemental – O Legado.
Riachuelo Games – Editora que promete o RPG GOC (Guerra de Osso e Carne) utilizando esse sistema.

Publicado Anteriormente em: Fale RPG, NEWS RPG, RPG News Clipping e RPG em Notícia (Jex)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s