Relembrando… Ação!!! (e Crepúsculo RPG 3ª edição)

acaorpgAlgum tempo atrás eu tinha prometido cobrir alguns detalhes sobre o D&D3e e o D20, vamos por partes. Para começar, vamos falar sobre a história de alguns títulos OGL nacionais e de repente, internacionais, assim como alguns dados sobre os livros originais. Para começar, o primeiro OGL nacional a fazer sucesso anterior a Tormenta RPG (e o Tormenta20) e com o tempo penso em falar do Primeira Aventura e do 4D&T, além de outros como FUBAR (que não é exatamente OGL), BESM D20 (Idem), Re.Ação!!! e New Dragon.

Continuar lendo

RPGNews Top 10: Os livros que jamais foram publicados

Chegamos ao nosso segundo RPGNews Top 10, dessa vez o tema são os livros que seriam publicados, mas que por um motivo ou outro foram cancelados. Há muito tempo venho compilando uma tabela com os livros jamais lançados. Acompanhe a lista aqui. Importante considerar que para essa lista, estamos contando somente com títulos nacionais, mas os importados também dariam uma lista boa. Note que alguns títulos que podem ser considerados cancelados não podem ser considerados ainda, como Arsenal e Sexto Sentido para nWOD da Devir e o Guia de Raças de Tormenta da Jambô. Muitas das fotos presentes no artigo são de revistas que anunciaram o produto.

10. Sistema e20 / Mundo Renascido / Véu da Verdade RPG (Eridanus Books)

Continuar lendo

Grupo 20 anos de RPG Nacional no Facebook

Em 2011 comemoramos 20 anos da publicação do primeiro RPG Nacional (Tagmar em 1991) e por esse motivo, estou abrindo essa comunidade para quem tiver o Facebook. Ela também servirá como compilação para os blogs e comunidades que forem fazer qualquer coisa para a comemoração.

Para quem quiser adentrar ao grupo, basta ter conta no Facebook e clicar aqui.

Títulos de RPG anunciados durante o XII EIRPG e nunca publicados

Mais um scan da revista Dragão Brasil ao lado, agora da edição nº106 trazendo os lançamentos anunciados na palestra do XII Encontro Internacional de RPG realizado em 2004. A listagem ao lado foi feita por mim mesmo na época, sendo publicada pela REDERPG e nesse mesmo blog (ainda não upei os de 2004, mas o farei). Se quiser ler o artigo sobre o X EIRPG, ele se encontra aqui.

Continuar lendo

Novidades no artigo “Sistemas OGLs nacionais”

Às vezes é necessário acrescentar material àquele que já havia. Fuçando minhas pastas de arquivo, acabei achando três RPGs OGL nacionais: E20 criado pela Eridanus Books, Power Cars 2006 feito pelo pessoal da Mantícora Editora e da Fundação Volkswagen para o Salão de Automóvel 2006 e Supers D20, até agora, o único título OGL de super heróis feito por brasileiros. Além disso, há informações novas sobre o Good Old Game que passa a usar o sistema de Mutantes e Malfeitores e do Tormenta RPG com algumas novidades trazidas pela Dragon Slayer.

Termine de ler o artigo aqui.

Conheça os sistemas OGLs nacionais

Eu sempre fui fã da licença D20, assim como outras licenças que têm por aí.Por isso, preparei dois especiais: o primeiro vai falar dos OGLs nacionais e o segundo, dos títulos OGLs que não são baseados no D20. No caso dos nacionais, temos os que foram lançados em livrarias, os gratuitos e os que serão lançados, ou seja, mesmo com o fim da licença D20, a licença OGL continua tendo trabalho e elucidando muita mentes criativas nesse mundo do RPG nacional.

Termine de ler aqui

Confira mais títulos retroclones gratuitos!

Voltamos a falar de títulos retroclones gratuitos e agora também de títulos nacionais. Em relação aos estrangeiros, não apenas os de fantasia como foi no primeiro artigo, mas esses ainda são maioria. Nos nacionais, um título publicado, dois gratuitos e um que teve a essência retroclone, ainda que não seja. Clique aqui para conferir!

RPG no CelLep

Site: Editora Mantícora
Veja o folder aqui

Olá, pessoal

Depois do sucesso do RPG desenvolvido para Fundação Volkswagen no Salão do Automóvel 2004, a Editora Mantícora traz mais um projeto especial de RPG.

Desta vez, em parceria com a Z1 Propaganda, a Mantícora leva até os alunos do CELLEP e seus colegas a aventura THE LAST SECRET OF JOHN CARTER, recheada de mistério e muitos prêmios.

Veja o link abaixo para conhecer mais desta novidade e, se estiver em São Paulo, convoque seus amigos para participar: http://www.cellep.com/lastsecret

Um abraço,
Editora Mantícora

Revista Kaos! No 3

Site: Editora Mantícora

O círculo kaótico se completa. Entre mortos e feridos, sobrevivemos todos…

Chega às bancas o número 03 da revista Kaos!, trazendo a continuação de séries publicadas nas edições anteriores, novas entrevistas exclusivas e pin-ups de convidados especiais. Oitenta páginas de personagens e séries regulares para quem gosta de quadrinhos no estilo Vertigo.

A revista Kaos! gostaria de agradecer aos leitores, colaboradores e anunciantes que deram apoio, sugestões e suor, possibilitando o projeto a chegar ao seu terceiro número, que consideramos o fim de uma fase mas não o fim das investidas kaóticas para o desenvolvimento do quadrinho nacional. Essa terceira edição estará à venda apenas em comicshops e online.

Kaos! #03 aperta o botão vermelho e detona com entrevistas com Dave Gibbons e Luiz Gê, pin-ups especiais de Marcelo Campos e Leonardo Arragão e HQs de Jean Canesqui, Sam Hart, Anderson Cabral, André Valente, Luís Pereira, Caio Majado, Júlia Bax e André Leal.

Publicada pela Editora Mantícora, a revista Kaos! é um projeto de Sam Hart, Jean Canesqui, Sandro Castelli e Anderson Cabral, com a colaboração regular de Osvaldo Pavanelli, André Valente, Luís Pereira, Caio Majado, André Freitas, Sérgio Codespoti e Weberson Santiago.

No site, o leitor pode conferir previews das edições anteriores e pin-ups, além de mini-entrevistas e HQs exclusivas.


Sinopse dos personagens e histórias:

  • ARQUITETURA DE ALUGUEL
    Roteiro e desenho: Sam Hart
    Dez milhões de pessoas, dois milhões de carros, 300 mil ruas e um bar de Jazz no centro de São Paulo. Pedras, bases, fundações, subterrâneo, subconsciente, coisas escondidas, coisas emergindo, confusão, resolução!
    Quanto vale uma pedra? Qual o risco por um sonho que de súbito se tornou sólido? Um homem tem até o crepúsculo para se decidir se deixa tudo para trás em nome de uma promessa que pesa em sua mão.
  • O HOMEM QUE TUDO VÊ
    Roteiro: Jean Canesqui e Anderson Cabral
    Desenho: Anderson Cabral
    Para salvar sua esposa, Pedro Zarkoo vendeu a alma para a televisão. Agora, seus olhos de mosca transmitem a vida ao vivo para uma audiência cativa e insaciável.
    Banido de seu lar por um erro do Homem, o povo do fundo do mar pensou ter encontrado refugio nas praias de Ultra City, porém seu verdadeiro tormento estava apenas começando. Ano a ano, a ambição e o medo do outro fomentam festejos sangrentos em nome da crueldade do contribuinte. Porém, das profundezas não tarda a chegar a justiça e… o terror.
  • BELASCO: O SHOW DA VIDA
    Roteiro: Jean Canesqui
    Desenho: Júlia Bax
    Venha ver o maior espetáculo da Terra. A bela sereia. O homem mais forte do universo. A incrível quimera. A ardilosa serpente do paraíso. O maravilhoso número de ressurreição de Belasco, quando os falecidos são arrancados das garras da morte para o espanto da platéia.
    Belasco se vê forçado a atender uma bizarra encomenda. Ressuscitar um coronel e recuperar a violenta glória política de sua família. No entanto, o peso de sua maldade o prende no reino dos condenados. Como reviver um morto cuja alma não está disponível?
  • OS MENINOS PERDIDOS
    Roteiro: André Valente e Luís Pereira
    Desenho: Caio Majado
    O fim da História: alguém apertou o botão e a civilização acabou. Nove Dedos, Tuberculoso, Ruivo e Turbante, os Meninos Perdidos. Sua amizade irá salvá-los. Seus feitos se tornarão lendas. Suas lendas inspirarão o futuro. Se existir um.
    Necrofilia e fome de amor se misturam em espirais de violência e sonho. Um garoto perdido às voltas com um chimpanzé misterioso. Pode haver algo mais do que a dureza do dia a dia? Alguém olha por nós quando todos estamos sós?
  • A HISTÓRIA DE GERB
    Texto e Desenho: André Leal
    Um garoto de 10 anos precisa fugir! Ele ilude toda segurança da nação, engana o exercito e escapa os caçadores eletrônicos, contando com a ajuda de uma versão mais velha dele mesmo. Um viajante do tempo que retornou aos nossos dias para ser seu próprio salvador.

Ilustrações: Marcelo Campos, Leonardo Aragão, Eduardo Ferrara, Rafael Mathé, Sandro Castelli, Oswaldo Pavanelli.
Capa: Sandro Castelli com cores de Rod Reis, design por Anderson Cabral.

Detalhes:
Formato americano, 80 páginas P&B + capa colorida
Preço de capa R$ 7,50
Distribuição em comicshops

DragonSlayer #03 – Tópico a Tópico

Site: Mantícora Editora

Após uma discussão com o dono da banca (veja no tópico sobre o brinde) consegui ver a nova edição da revista Dragonslayer, veja os destaques:

  • Encontros Aleatórios: Na seção de cartas, relações entre Moreania e A Ilha do Doutor Moreau, jogadoor “experiente” de D&D,
    sugestões para adicionar à revista “Barraquinha do Orc” e RPG Eletrônico e o Grimório de Jade mostrando como um Mago Meio Orc é bom para realizar mágicas.
  • Laboratório do Dr. Careca: Discussão sobre dois temas: Preconceito contra a fusão Animes e RPG e o Encontro (inter)Nacional de RPG.
  • Review: Nas Resenhas, o Livro dos Níveis Épicos (Devir Livrara, Dungeons & Dragons 3.5, Nota 5/6) e RPGQuest (Daemon Editora, Sistema RPGQuest, Nota 5/6).
  • Clássicos: O clássico dess edição é a aventura Die Vecna Die! (Tatical Studies Rules, Advanced Dungeons & Dragons, Nota 6/6) que passa em três mundos de D&D: Greyhawk, Ravenloft e Planescape, cujo grande objetivo é derrotar o vilão Vecna.
  • Sir Holland: A grande dificuldade de dar um presente à namorada, quem mandou não ter colaboração de um grupo?
  • Exploração – O Teatro de Dante: Um teatro abandonado com uma enorme cratera no meio do palco para aventuras de terror.
  • Deepgate – Legião Escarlate: Uma espécie de guia para a ilha que pode voar.
  • Adaptação – Onimusha: Adaptação das armas do game Onimusha, com destaque maior a ser dado a Oni Gauntlet e os benefícios da cor do traje do corvo.
  • Moreania – Deuses: Apesar de ter sido anunciada como uma matéria sobre Deuses Menores, há também os Deuses Maiores, ampliando o que foi publicado na DS#01. Os Deuses Maiores são A Dama Altiva (Deusa da Natureza) e O Indomável (Deus dos Monstros). Os menores são Barão Samoieda (Deus da Morte), Tamagrah (A Ilha Viva), Champarr (Deus dos Jogos), Sorinda (Deusa dos Piratas), Lamsthu (Rainha dos Massacres), Gojan (Deus dos Bardos e Viajantes) e Holleen (Príncipe da Mentira). Em D&D eles possuem Domínios e em Primeira Aventura eles possuem Poder Concedido.
  • Aventura – A Ilha Sem Norte: O tema dessa aventura para Ação!!! ou D20 Modern (Para 4 a 6 personagens de 1o. a 3o. nível) é a formação de uma nova ilha ao norte da Austrália. Na verdade, as únicas fichas que possuem é do capitão do navio e dos seres que afetam a ilha.
  • Chobits – Persocon: Aqui Persocons e NotePersocons é apresentado como Raça para Ação!!! ou D20 Modern. Há também os Talentos Aparência Humana Aprimorada e Firewall.
  • Chefe de Fase – Vassaghus – O Errante: O grande rival da deusa Tenebra (Tormenta) é um lich que está a procura de um meio de derrotá-la.
  • Primeira Aventura – Raças: 9 Raças (Até que enfim!) para personagens de Primeira Aventura, 7 vindas de Dungeons & Dragons (Humanos, Anões, Elfos, Gnomos, Halflings, Meio-Elfos e Meio-Orcs) e 3 vindas de Tormenta D20 (Goblins, Minotauros e Sprites).
  • Observadores: Regras para a criação de personagens Observadores (também conhecidos como Beholders na versão oficial, como não é um monstro licença aberta, teve de usar outro). Há regras para criação de Observadores mais ou menos como um Modelo, seguindo passos, podendo ser somado a algumas variações e mutações. Há também o Modelos Criatura Ocular, para encher de olhos uma criatura e a Classe de Prestígio Servo do Grande Olho, uma sociedade secreta governada por um enorme Observador. Como destaque essa matéria (e a capa) possui uma ilustração que seria usada na versão nacional d’O Guia Completo dos Beholders que seria lançado pela Mantícora, que agora não mais sairá, ao menos não por essa editora.
  • Dragon’s Bride – Lugar na Matilha: Na terceira parte temos o Koi conhecendo a irmã de Dafnia, Tuna e o amor entre Dafnia e Lorde Betta.
  • Publicidade: De novidade, propaganda da Rika Comics Store (gibiteria) e da Super Comics (escola de quadrinhos) ambas de São Paulo e um anúncio todo em preto escrito “Em breve – O maior lançamento de todos os tempos! Aguarde…”. Eu acho que esse anúncio não deve ter nada a ver com RPG.
  • O Brinde: Para Sampa vem a D20 Saga#0 em conjunto com a revista e isso me levou a uma discussão com o dono da banca devido ao fato de ter dois preços apregados (R$6,90 e R$14,90) até mostrar para ele qual revista tem o valor certo, demorou… Seria melhor a editora na próxima vez ocultar o preço e como já tenho essa revista, deixei a minha ainda plastificada.

Dragonslayer #03

Site: Editora Mantícora
Press Release

Neste mês chega às bancas a 3ª edição da DRAGONSLAYER. Neste número, o clima de horror toma conta das páginas da revista. Muitos sustos e calafrios acompanham um inédito material de suspense. Confira.

  • A Ilha sem Norte: uma aventura de terror para AÇÃO!!!, nos moldes das clássicas tramas de horror de Call of Cthulhu.
  • Exploração: o Teatro de Dante, uma casa de espetáculos macabra, palco de uma história horripilante.
  • Encontros Aleatórios: seção de cartas dos leitores e a divertida tirinha de Leonel Domingos, o Grimório de Jade.
  • Laboratório do Dr. Careca: coluna eclética escrita por J.M. Trevisan (o careca) que nesse número discute sobre a polêmica dos RPG em estilo Anime e suas impressões sobre o XIII EIRPG.
  • Review: Livro dos Níveis Épicos e RPGQuest.
  • Clássicos: resenha da histórica aventura Die Vecna Die!
  • Sir. Holland: mais uma página com as aventuras desse engraçado e destemido guerreiro.
  • DeepGate: a ilha do leitor cresce cada vez mais, agora com a Legião Escarlate, uma liga de guerreiros honrados com poderes e asas especiais.
  • Onimusha: saída dos games, a manopla para caçar demônios pode ser usada pelos jogadores para extinguir o mal.
  • Reinos de Morerania: novos deuses do cenário. Além da Dama Altiva e do Indomável, essas entidades poderosas circulam pelas ilhas selvagens e usam seu poder para disseminar sua filosofia.
  • Chobits: Uma adaptação do mangá de sucesso. Conheça os persocons, computadores avançadíssimos com formas diferentes, e use essas máquinas incríveis nas seções de jogo.
  • Chefe de Fase: veja como é possível um lich ficar estressado. Esse morto-vivo conjurador, além de poderoso, está muito irritado. Descubra o motivo.
  • PRIMEIRA AVENTURA: nove raças novas, de elfos e anões até sprites e minotauros, para PRIMEIRA AVENTURA e outros compatíveis com o sistema d20.
  • Observadores: matéria que explica como essas terríveis aberrações se portam. Seus poderes, fraquezas, domínios e segredos.
  • Dragon’s Bride: a HQ de Marcelo Cassaro e Erika Awano continua com mais aventuras do protagonista Koi e aquela fadinha irritante.

DRAGONSLAYER no 03
64 páginas coloridas
R$ 6,90

Capa Reduzida: http://images.talude.multiply.com/image/1/photos/4/600×600/141.jpg?enctoken=UmFuZG9tSVb3xkDpgaFvmypuMWHMDRvVRzKzOhR1dwxLR80Z8PnDGizF2ccWoSkg

Capa Ampliada: http://talude.multiply.com/photos/hi-res/4/141.jpg?xurl=%2Fphotos%2Fphoto%2F4%2F141.jpg

Relíquias de Brachian – O Forte do Leão

Site: Editora Mantícora
Press Release

Já está nas bancas de todo o Brasil o mais novo lançamento da Editora Mantícora: Relíquias de Brachian – O Forte do Leão abre uma série de cinco suplementos para o jogo Primeira Aventura.

A outrora gloriosa Ordem do Leão Valente protegeu o Vale da Caçada por séculos, mantendo a justiça, preservando a beleza e a vida. Mas a Ordem desapareceu. Criaturas malignas tomaram o vale. O antigo castelo dos cavaleiros está em ruínas, servindo de covil para monstros… e um assassino insano, cujo nome é sussurrado em temor pelos camponeses.

Neste lugar sinistro repousa um antigo aventureiro. Um dos três lendários Heróis da Estrela, portador de valiosos itens mágicos. Agora, o mundo precisa novamente das Relíquias de Brachian. Sua missão: entrar no Vale da Caçada, encontrar o Forte do Leão e desafiar seus habitantes, em busca das primeiras Relíquias de Brachian – as seis peças mágicas necessárias para restaurar a lendária Estrela-das-Marés e salvar Corealis do ataque dos demônios-marinhos.

Totalmente compatível com o Sistema D20, Relíquias de Brachian – O Forte do Leão é uma aventura completa para personagens de 1º nível e custa só R$ 7,90.

Capa:
Menor: http://talude.multiply.com/photos/photo/4/137.jpg

Ampliada: http://talude.multiply.com/photos/hi-res/4/137.jpg?xurl=%2Fphotos%2Fphoto%2F4%2F137.jpg

Dragonslayer #02 – Tópico a Tópico

O número 2 saiu 15 dias logo depois do número 1, dando destaque na capa a Dragons Bride, nova HQ de Cassaro e Awano, que tem o licantropo Koi como personagem principal. Esse personagem tem grande destaque no Manual 3D&T Revisado, Ampliado e Turbinado e no Manual 3D&T Fastplay e irá ganhar HQ própria em breve. Essa edição está realmente dedicada ao combate com Artes Marciais e Maestria em Armas.

Encontros Aleatórios: Na seção Encontros Aleatórios temos destaque a novidades do Ação!!! (com 50 páginas a mais, colorido e seis cenários completos como Invasão, Clube Masquerade e Chimera e capítulos sobre “Criaturas” e talvez sobre Pilotagem. Há uma pergunta sobre 1a.A e sobre Tormenta. Algumas cartas são assinadas por Claudio Pozas, JD Nunes e Vinicius Moes do site Minas Morgul. No Grimório de Jade, um Orc Mago ou Feiticeiro?

Laboratório do Dr. Careca – JM Trevisan discute dois assuntos: Por que os monstros são burros? e como conquistar uma namorada.

Review: Resenhas sobre a The World Largest Dungeon (Alderac Press, Nota 4/6), The Complete Book of Eldritch Might (Mahavoc Press, Nota 4/6) e Warcraft RPG (Devir Livraria, Nota 3/6)

Sir Holland – O Bravo de Zambi – Novaos quadrinhos ocupando uma página inteira, com traços bem simples e apresentando os personagens.

Clássicos: Dark Sun (AD&D, TSR, Nota 6/6). O artigo foi feito pela equipe DarkSun Brasil, recuperando um livro que já foi resenhado numa antiga Dragão Brasil.

Regras Opicionais – Sanidade: Esse artigo começa com dois destaques: A OGL e a recomendação de 18 anos devido ao seu conteúdo adulto. O artigo foi traduzido a partir do RPG Call of Cthulhu D20 e é considerado SRD. Temos Fobias, Pontos de Sanidade, distúrbios, como se recupera sanidade, Esquizofrenia e as novas Perícias Psicanálise e Sobrenatural. Realmente é um artigo pesado e não sei se será bem aceito por todos.

Exploração – O Grande Carvalho – Refúgio das Dríades: Como já foi dito, esse é um lugar para onde elas podem fugir. No final, há os ganchos de aventura que sempre estarão nessa seção.

Ilha do Leitor – Santira, a Fundadora: A personagem é uma Ladina de 7o. nível, ou seja, por enquanto não compatível com o Primeira Aventura ainda.

Artes Marciais – Garra do Urso, Urro do Leão: 27 Talentos relativos a Artes Marciais e 5 Armas para Monges, é especialmente para os Reinos de Moreania, com todos os animais humanóides desse cenário tendo seu Talento. Um dos citados é Artes Marciais, que eu preferia vê-lo como Perícia não Talento. É explicado também o Talento Arma Exótica para 1a.A. Alguns Talentos a destacar: Queda Suave, Sexto Sentido, Mente Tranquila, Evasão e Artes Marciais (Aprimoradas e Defensivas).

Arena Central – Sistema Daemon: Parte 2 de 2: Agora o destaque é dado aos Equipamentos, Pontos Heróicos, Experiência, Regras e Testes, ficha e capa.

Chefe de Fase – O Exército do Brilho Divino: Um Fogo Fátuo brilhante que realmente busca emoções fortes, senão morria de fome.

Nova Raça – Minauros: A idéia dos Minauros é de ser um Minotauro apenas com a parte de cima (a humana) e chega a lembrar um Meio-Orc. Ao contrário da Medusa, este não sofre ajuste de nível e pode ser usado logo desde o início. Há também um novo Talento, Grandalhão, que faz com que os personagens Médios se tornem Grandes.

Regra Opicional – Maestria em Armas: A partir da Classe de Prestígio Mestre em Armas e do Talento Maestria em Armas, mostra como se pode adquirir níveis e ficar mais poderoso usando um tipo específico de arma. Há duas versões: Para D&D 1a. versão logo no início a partir da Rules Cyclopedia e para D&D 3.5, que é a principal da matéria. Quem não ler a matéria com calma e ficar apenas nas matérias, poderá ficar perdido com as duas versões. Na versão D&D3.5 há 18 armas que podem ser usadas para adaptar outras. Imagina um Orc Mestre Supremo no seu próprio Machado?

Primeira Aventura – Heróis da Estrela: Pelo visto, a seção de Primeira Aventura será fixa até que saia os outros Aventura. Aqui é mostrado um preview sobre a aventura (veja em Publicidade a seguir). Há também os três personagens icônicos desta: Guerreiro, Mago e Ladina.

Dragon’s Bride – Parte II – Cauda Entre as Pernas: Após Koi ajudar os clérigos Al’hanna e Melokk enfrenta problemas com alguém que quer que ele saia de suas terras.

Publicidade: Além do que já foi dito na anterior, há ainda o anúncio da primeira aventura do Primeira Aventura, Relíquias de Brachian – O Forte do Leão para jogadores de 1o. Nível.

Dragonslayer #01 – Tópico a tópico

Após o grande tempo de espera, finalmente a Mantícora ‘solta’ a sua nova revista, infelizmente para os que não jogam D20 System, Ação!!! ou Primeira Aventura. Mas para quem joga Tormenta, tenho certeza que a expectativa estará em cima dos Reinos de Moreania, o outro continente de Arton.
A capa começa com um Dragonslayer matando um Dragão Vermelho, este que foi a capa da primeira Dragão Brasil (uma ilustração do D&D clássico da Grow). Essa capa pode render muitas discussões, principalmente porque a Dragão Brasil#112 já saiu.

Encontros Aleatórios: A nova seção de cartas da Dragão Brasil vem com um pessoal que está sempre presente em listas de discussões como Adriano “Mágico” Cléber, que sempre está em todos eventos na Grande SP, Cauê Freitas que era da editora Viu, Shingo Watanabe, figura fácil nas listas de Daemon e OPERA e Estevão “Snake” Costa. A grande dúvida dessa seção de cartas é de quem estão os direitos do concurso Ação!!! se com a Talismã ou a Mantícora. Há o Paladino e a Paladina respondendo as cartas, mas sofrendo os efeitos dos Reinos de Moreania. A Paladina como Moreau Gato e o Paladino como Mata-Dragões. Há ainda a tira Grimório de Jade de Leonel Domingos, ilustrador da REDERPG.

Laboratório do Dr. Careca – There and Back Again (Lá e de Volta Outra Vez): Na primeira coluna, Trevisan explica como começou no RPG, ao contrário do publicado no Dr. Careca Lab na qual ele falava dos futuros projetos dele, Black Mafia e Spy. Talvez este esteja disponível em um futuro próximo.

Review: A seção de resenhas traz os seguintes livros: Complete Adventurer (Wizards of the Coast, Nota 4/6), The Book of Iron Might (Mahavoc Press, 4/6) e Libris Mortis: The Book of Undead (Wizards of the Coast, 3/6). Essa seção pode incluir livros não-D20.

Clássicos: Nessa seção, nada de D20 e sim AD&D. O livro escolhido é PlaneScape – Dead Gods (AD&D, TSR, 5/6). Aventura clássica de PlaneScape na qual deve-se trazer um Deus de volta a vida. É sempre bom rever os clássicos, inclusive aqueles que não chegaram aqui na sua época.

Exploração – Prisão de Shalechain: Pode-se entender essa seção como um mini-cenário ou como uma micro-aventura. O cenário é uma prisão situada dentro de um vulcão. Para variar, grandes mapas do Fugikawa.

Ilha do Leitor – DeepGate: DeepGate tem a mesma função de Gorendill, ou seja, um cenário para os leitores explorarem. Como ainda não há um livro básico para Moreania é bem capaz que alguns leitores acabem misturando os dois cenários.

Classe de Prestígio – Matador de Dragões: Explicando o nome da revista, segue essa Classe de Prestígio, na qual um Guerreiro pde atingir no 6o. nível. Um dos benifícios da CdP é usar como montaria, um dragão!

Reinos de Moreania: Enquanto não surge um manual com o cenário, essa será a base. A destacar, há os Talentos Moreau cada um com sua mudança superficial de cada animal e bônus de +2 em um Atributo. Ou seja, se houve uma rolagem ruim, recuperará e se houver preferência pela boa, poderá atingir valores maiores que 18. Nesse mundo temos duas divindades apenas, que discordam de vários pontos e podem ser comparadas a Alihanna e Megalokk. Deixei para ler o cenário em breve, o estilo segue ao Reinado explicado no Tormenta D20 e no Tormenta 3D&T. Mesmo assim, adianto que só há Humanos, podendo ou não ser afetados pelo Moreau.

Nova Raça – Medusa: Uma nova Raça para PCs ou NPCs (a preferência é NPCs, já que sofrem Ajuste de Nível +2. Como em Moreania não existem outras Raças além de Humanos, essa pertence à Arton.

Chefe de Fase – O Limo Inteligente: Essa criatura me faz lembrar A Coisa, filme que o SBT sempre exibia à tarde. Alguém se lembra?

Arena Central – Sistema Daemon: Parte 1 de 2: Essa seção será dedicada a qualquer editora que pague para fazer a divulgação do seu sistema/cenário. Para começar, o sistema Daemon tem alguns Livros, O Que É RPG?, Glossário, Criação de Personagens, Atributos, Perícias e Aprimoramentos.

Adaptação – Fatal Frame 2 Crimson Butterfly: A Câmera é expressa como Item Mágico para D&D, Primeira Aventura e Ação!!!
O curioso é que o item pode ser considerado +1, +2 e há a dependência dos filmes que serão usados, cada um com seu efeito.

Primeira Aventura: Essa matéria não traz nenhuma novidade em relação a publicada na DB#111, a não ser o sumiço dos “!!!” e a divisão em dois manuais: Guia do Jogador e do Mestre.

Primeira Aventura – Reis da Selva: Novas Perícias, Talentos, Magias e Criaturas para Rangers e Druidas. Boa parte existe no LdJ e LdMo do Dungeons & Dragons.

Neon Genesis Evangelion D20: Adaptação do famoso anime para Ação!!!. Inclui regras como o Talento Pilotar Eva, o Evangelion genérico e seus armamentos, o modelo Anjos e os NPCs.

Dragon’s Bride – Parte I – Demarcação do Terror: História em quadrinhos feita pela Erica Awano passada em Moreania. O detalhe são as cores, que ao contrário do da Ha que começava colorido e tinha o miolo colorido. Agora, algumas ilustrações são coloridas, não todas.

Publicidade: Temos anúncios do Primeira Aventura!!! (já lançado), Holy Avenger Reloaded (da Mythos), além do evento Anime Friends.

Dragonslayer #01 nas bancas

Site: Editora Mantícora por Magico

Início de ano é tempo de novidades no meio RPGístico nacional. A Editora Mantícora resolveu unir a equipe responsável pela aclamada D20 Saga com o famoso Trio Maligno (J.M.Trevisan, Rogério Saladino e Marcelo Cassaro), autores de sucessos como Tormenta D20, 3D&T, AÇÃO!!! e Dragão Brasil. Deste encontro surge DragonSlayer, a mais nova revista de RPG nacional.

Confira o que você encontrará na edição de estréia:

O Laboratório do Dr. Careca – nesta coluna, J.M.Trevisan (o tal doutor dono do laboratório) dissertará todos os meses sobre o universo RPGístico com muito bom-humor e irreverência.

Resenhas – os lançamentos Complete Adventure, Ex Libris Mortis, Book of Iron Might, e um “flashback” trazendo a histórica aventura Dead Gods (Planescape).

A Prisão de Shacklechain – um terrível presídio localizado acima de um vulcão. Contém mapa, histórico e ganchos de aventura. Material pronto para ser usado em qualquer mundo de fantasia medieval.

Reinos de Moreania – trata-se de um conjunto de ilhas com reinos bastante singulares. Nesta primeiro edição você encontrará o básico do cenário. Cada número de DragonSlayer trará material de jogo adicional para Moreania. Podendo ser usado tanto em conjunto com o mundo de Tormenta quanto como cenário independente.

DeepGate, a Ilha do Leitor – uma ilha diferente, que tem todo o seu modo de vida e economia voltado para uma gigantesca e misteriosa masmorra localizada em seu centro. Deep Gate faz parte dos Reinos de Moreania, mas será desenvolvida totalmente pelos leitores da revista.

Dragonslayer – o temível matador de dragões, classe de prestígio para D20.

Reis da Selva – mais material para druidas e rangers de Primeira Aventura, o mais novo RPG nacional.

Chefe de Fase – a cada mês um monstro diferente, com táticas e estratégias de combate. Neste mês, um cubo gelatinoso inteligente. Juro!

Evangelion – adaptação do cultuado anime para o Sistema D20. Aprenda a pilotar os mortíferos EVAs e defenda Tokio-3 contra os Anjos!

Fatal Frame – a Camera Obscura do Fatal Frame para Ação!!! e D&D.

Medusas – a versão artoniana da conhecida criatura mitológica.

Dragon’s Bride – nova série em quadrinhos de Marcelo Cassaro e Erica Awano, a mesma dupla da premiada Holy Avenger! Precisa dizer mais alguma coisa?

Arena Central – encarte especial sempre abordando outros sistemas. Neste mês, a primeira parte de um suplemento exclusivo para o Sistema Daemon.

DragonSlayer, 84 páginas, cor, R$6,90

Fonte: Moonshadows – http://www.moonshadows.com.br

Capa aqui

A Megaliga na Bienal de SP e União das editoras participantes do EIRPG

Site: Daemon Editora por Norson Botrel

Eu gostaria de estar mandando esta notícia em meio a um clima melhor, e não durante a repercussão do Caso Guarapari. Farei este anúncio tão positivo agora por ter prometido isso a vocês, embora não seja o melhor momento. Meu intento não é desviar a atenção do assunto Guarapari. Mas chega de considerações. Vamos aos fatos positivos: A Megaliga das Editora Paladinas de RPG têm a alegria de anunciar sua presença da Bienal do Livro 2006.

É um momento de muita satisfação para todos nós termos chegado a este objetivo. No último dia 5 firmamos contrato de participação no maior evento literário da América Latina. Conseguimos um stand de excelente localização e vamos levar todo nosso empenho e dedicação para lá.

A Bienal do Livro de São Paulo acontecerá entre os dias 18 e 28 de maio de 2006, no Centro de Exposições Imigrantes.

Desde já contamos com a visita de cada um de vocês.

Para maiores informações, entre em contato com megaliga@daemon.com.br

Conheça mais sobre as editoras que fazem parte da Megaliga:

Comicstore: editora de Campinas/SP que publica a série OPERA (incluindo suplementos como Conspiração do Amanhecer e 1887), o Jogo de Batalha de Miniaturas do Senhor dos Anéis, o Anel Elemental e o cardgame Imagination.

Daemon: editora paulista responsável por RPGs de sucesso como Trevas, Arkanun, Anjos, Demônios, AnimeRPG, SUPERS, os Guias de Armas e o Guia de Classes de Prestígio, entre dezenas de outros títulos. É considerada a segunda maior editora de RPG no Brasil.

Jambô Editora: Esta importante editora gaúcha é responsável pelos mundos dos Reinos de Ferro, os livros da Quintessência (Moongoose Publishing), a série Counter Collection e agora o Tormenta D20.

Mantícora: Responsável pela D20Saga, pela revista Kaos e agora pela mais nova revista de RPG Dragonslayers, os Mantícoras também publicaram o Dicionário de Termos e o sensacional jogo para crianças Powercars.

Nexus: editora de Recife recém chegada ao mercado, mas especializada em RPGs didáticos e voltados para uso por professores e orientadores em salas de aula.

Planetário: editora especializada em HQs e romances, em especial a série de paródias O fedor dos Anéis, Barry Trotter, a HQ do Corvo, Star Wars e a Balada de Halo Jones, de Alan Moore.

Talismã: A editora da Dragão Brasil, responsável por mais de 100 números da mais famosa revista brasileira de RPG de todos os tempos. Também publicou o Manual 3D&T (e toda a linha 3D&T), Ação!!! Reinado d20, Panteão e Holy Avenger.

Viu: Editora paulista responsável pela série Mítica, considerado um dos melhores RPGs de aventuras orientais. Também publicou o Legado do Soberano.

União das editoras participantes do EIRPG
O grande exemplo de união das editoras no Mercado de RPG, formado pela Megaliga das Editoras Paladinas será demonstrado mais uma vez no Encontro Internacional de RPG. Mesmo impossibilitadas de montar um stand enorme e único pelas regras esdrúxulas do EIRPG, as editoras encontraram uma forma de mostrar ao público que estão trabalhando juntas e apoiando mutuamente seus produtos.

No stand da Editora VIU, quem fizer qualquer compra receberá de brinde uma cartela de Boosterpack de RPGQuest contendo 20 miniaturas de papel que podem ser utilizadas em conjunto com o jogo da Daemon ou com as regras do Primeira Aventura, da editora Mantícora.

No stand da Editora MANTÍCORA, os números 1 e 2 da nova revista Dragonslayer trazem como brinde o “Módulo Básico do Sistema Daemon”, um livro de 32 páginas encartado nas revistas.

No stand da DAEMON, qualquer compra de RPGQuest vem com um boosterpack de Mítica contendo 20 miniaturas de papel e qualquer compra de TORMENTA – MÓDULO BÁSICO 3.5 acompanha um boosterpack de RPGQuest de Tormenta, com miniaturas que podem ser usadas em conjunto com os módulos de Tormenta que são vendidos pela Daemon e pela Jambô.

Lista Provisória de Lançamentos Bienal do Livro e XIII EIRPG v1.0

Como é tradição, todo ano crio uma lista dos lançamentos que podem sair no EIRPG, esse ano devido a proximidade de datas, resolvi incluir a Bienal do Livro também. Com isso, a lista que sair depois da Bienal terá 100% dos lançamentos desse evento.

Conclave Editora

  • Bienal do Livro-RJ:
    Guia de Classes de Prestígio 3.5 – Marcelo Telles (coodernador) – D20 System
  • XIII EIRPG:
    Legado de Nósphoros – Ricardo Marat – Ação!!! e Clavius
    Vikings: Guerreiro do Norte – Midgard – Cristiano Chaves, Fernando Scheffer, Victor Scanapieco – D20 System

Comic Store Editora

  • Bienal do Livro-RJ:
    OPERA RPG – O Mais Longo dos Dias – Leonardo Antônio de Andrade – Sistema OPERA

Daemon Editora

  • Bienal do Livro-RJ:
    RPG Quest – Marcelo del Debbio – Sistema RPG Quest
  • XIII EIRPG:
    Tormenta Daemon 3.5 – Marcelo Cassaro, Rogério Saladino, JM Trevisan, Álvaro “Jamil” de Freitas – Sistema Daemon (meio Daemon Fantay)

Devir Livraria

  • Bienal do Livro-RJ:
    Aventuras Orientais – James Wyatt – D20 System (3.0) – Não confirmado
  • XIII EIRPG:
    Changeling: O Sonhar – Ian Lemke, Jackie Cassada, Brian Campbell, Richard E. Dansky, Chris Howard, Angel McCoy, Neil Mick, Nicky Rea – Storyteller – Não confirmado

Editora Viu

  • Bienal do Livro-RJ:
    Mítica: Desbravando o Oriente – George Bonfim e Victor ‘Whykthor’ Caminha – D20 System

Mantícora Editora

  • XIII EIRPG:
    Primeira Aventura!!! – Marcelo Cassaro, ? – Sistema Aventura!!! – Não confirmado
    Ação!!! Revisado – Marcelo Cassaro, Rogério Saladino, JM Trevisan, Marcelo Telles (?), Tzimisce (?) – Sistema Ação!!! – Não Confirmado

Jambô Editora

  • Pré Eventos:
    Tormenta D20 3.5 – Guia do Jogador – Marcelo Cassaro, Rogério Saladino, JM Trevisan – Sistema D20 3.5 – Já lançado
  • XIII EIRPG:
    Tormenta D20 3.5 – Guia do Mestre – Marcelo Cassaro, Rogerio Saladino, JM Trevisan – Sistema D20 3.5 – Não confirmado
    Reinos de Moreania – Marcelo Cassaro, Rogerio Saladino, JM Trevisan – Sistema D20 3.5 – Não confirmado

Nexus Livraria

  • Pré Eventos:
    Nexus D6 – João Carlos F. Lucena – Sistema Nexus – Já lançado

Serviço:
– XII Bienal do Livro – Rio de Janeiro – De 12 a 22 de Maio
Ingresso: R$10,00 Inteira – Meia para estudantes e idosos acima de 60 anos. Menores de 1,00m entram de graça. Antecipado aqui
Riocentro
Centro de Convenções Riotur, Pavilhões 2, 3 e 4
Av. Salvador Allende, 6.555
Barra da Tijuca – Rio de Janeiro – RJ
Site: http://www.bienaldolivro.com.br

– XIII Encontro Internacional de RPG – São Paulo – De 3 a 5 de Junho
Ingresso: R$8,00 Estudantes meia. Dia 03/05 de graça. Mestres terão reembolso de metade do ingresso a cada aventura mestrada
Mart Center
R.Chico Pontes Nº. 1500
Vila Guilherme – São Paulo, SP.
Site: http://www.devir.com.br/rpg/index_13_eirpg.php

Novidades na Megaliga das Editoras

Site: Megaliga de Editoras Paladinas

Comunicamos a entrada de duas novas editoras na Megaliga das Editoras Paladinas.
A Nexus, do Recife, uma editora voltada para jogos de RPG educativos e didáticos, e a Planetário, especializada em romances voltados para ficção, humor e fantasia, e também de HQs.
Para quem ainda não sabe, a Magaliga é uma aliança entre as editoras nacionais de RPG com o objetivo de expandir o mercado, reduzir custos e facilitar a distribuição dos produtos de RPG no Brasil.

Exemplos das vantagens das editoras se aliarem:
Melhor Distribuição. Todos vendem e distribuem os livros de todas, alcançando assim lojistas e consumidores em todas as partes do Brasil e divulgando suas marcas e produtos para mercados onde antes não apareceriam.
Redução de custos: em conjunto, as editoras podem participar de feiras, eventos e convenções que de outra maneira não poderiam, como a Bienal do Livro. Além disso, podem colocar seus livros nas gráficas ao mesmo tempo (para eventos como o EIRPG, por exemplo) e conseguirem um desconto na produção, que resulta em diminuição dos custos e preços ainda mais acessíveis para os jogadores!
Maior união do mercado: os membros da Megaliga não se consideram concorrentes, mas aliados. Seus livros são sempre anunciados e programados de maneira que os títulos não sejam conflitantes ou tenham títulos que possam gerar confusões para lojistas e jogadores. Também são trocadas informações sobre clientes e fornecedores. Além disso, realizam eventos de confraternização, festas e comemorações em conjunto, para criar um clima de amizade e união, além do profissionalismo.

Entre as alianças que já foram feitas, podemos destacar a publicação em conjunto do Guia de Armas Medievais, da Comicstore e Daemon, das matérias escritas pela Editora Viu, Daemon e Trio Tormenta para a revista D20 Saga, da Mantícora, acordos para impressão em conjunto de Tormenta d20 e Daemon para baratear custos, o trabalho do Trio Tormenta em conjunto com a Jambô, a futura publicação do Mítica, da Editora Viu, no Sistema Daemon, as matérias em conjunto na nova revista Dragonslayer, distribuição de livros de RPG em bancas de jornais e muitas outras…

Conheça mais sobre as editoras que fazem parte da Megaliga:

  • Comicstore: editora de Campinas/SP que publica a série OPERA (incluindo suplementos como Conspiração do Amanhecer e 1887), o Jogo de Batalha de Miniaturas do Senhor dos Anéis, o Anel Elemental entre outros.
  • Daemon: editora paulista responsável por RPGs de sucesso como Trevas, Arkanun, Anjos, Demônios, AnimeRPG, SUPERS, os Guias de Armas e o Guia de Classes de Prestígio, entre dezenas de outros títulos. É considerada a segunda maior editora de RPG no Brasil.
  • Jambô Editora: Esta importante editora gaúcha é responsável pelos mundos dos Reinos de Ferro, os livros da Quintessência (Moongoose Publishing), a série Counter Collection e agora o Tormenta D20.
  • Mantícora: responsável pela D20Saga, pela revista Kaos e agora pela mais nova revista de RPG Dragonslayers, os Mantícoras também publicaram o Dicionário de Termos e o sensacional jogo para crianças Powercars.
  • Nexus: editora de Recife recém chegada ao mercado, mas especializada em RPGs didáticos e voltados para uso por professores e orientadores em salas de aula.
  • Planetário: editora especializada em HQs e romances, em especial a série de paródias O fedor dos Anéis, Barry Trotter, a HQ do Corvo, Star Wars e a Balada de Halo Jones, de Alan Moore.
  • Talismã: a editora da Dragão Brasil, responsável por mais de 100 números da mais famosa revista brasileira de RPG de todos os tempos. Também publicou o Manual 3D&T (e toda a linha 3D&T), Ação!!! Reinado d20, Panteão e Holy Avenger.
  • Viu: editora paulista responsável pela série Mítica, considerado um dos melhores RPGs de aventuras orientais. Também publicou o Legado do Soberano.

Mais informações: megaliga@daemon.com.br

Kriptus e Beholder – Comunicado de Cláudio Muniz

Site: Ronnin Design

Por Cláudio Muniz
12 – abril – 2005

Mesmo sendo aconselhado por meu advogado a não retrucar as acusações da editora Mantícora, quero esclarecer alguns pontos.

Em primeiro lugar a editora cometeu quebra de contrato, referente ao Guia Completo dos Beholders, desrespeitaram duas cláusulas do mesmo. Uma referente a vinculação da logo marca e nome do estúdio em toda publicidade, anunciaram por duas vezes o lançamento em sua revista e não cumpriram está cláusula, a outra é referente a minha aprovação de tudo que fosse mudado no livro, no entanto, mudaram ilustrações sem meu consentimento.

Quanto ao Kriptus, eles só cancelaram para poder investir no novo cenário que acompanhará sua nova publicação, ainda que não tenham assinado o contrato definitivo, as dezenas de e-mails que trocamos afirmavam categoricamente que iriam lançar o livro, e que todo o texto estava aprovado assim como as ilustrações (tudo documentado). Inclusive anunciaram dentro de sua publicação (D20 Saga) o lançamento, não anunciaram a pretensão de lançar.

Outro equivoco foi a pré-venda. Todo o dinheiro foi devolvido, com exceção de um cliente que optou em aguardar, qualquer um que acredite não ter sido ressarcido é só enviar o comprovante de pagamento a editora Mitsukai que a empresa irá fazer o estorno.

Assim, achei por bem tomar as medidas cabíveis judicialmente, pois fui lesado. Este é meu único comunicado e não responderei mais sobre está questão até o encerramento das ações judiciais.

Cláudio Muniz

Comunicado Oficial relativo aos títulos Kriptus e Beholder

Site: Editora Mantícora

Fonte: Ed. Mantícora
Comunicado Oficial
São Paulo, 06 de abril de 2005

Em razão da relação de respeito que sempre tivemos com jogadores de RPG, achamos por bem enviar um comunicado oficial relatando o andamento dos lançamentos de títulos vinculados ao nome do autor Claudio Muniz.

Havíamos conversado com o autor do cenário Kriptus: O Império da Magia em diversas ocasições sobre o possível lançamento do livro. Para tanto, foi assinado um protocolo de intenções (documento legal que, como o próprio nome já diz, expressa a intenção de publicação, diferentemente de um contrato de obrigatoriedade de publicação). Tal protocolo estava diretamente ligado aos estudos de viabilidade que a Editora Mantícora se propôs a fazer e, de acordo com suas cláusulas, poderia ser rescindido a qualquer momento, por vontade da editora ou do autor, caso qualquer parte assim o quisesse.

Levando em consideração os recursos financeiros que a Editora Mantícora dispõe no momento, a falta de viabilidade comprovada por nossos cálculos, bem como a herança de dívida assumidas pelo autor (que fez a pré-venda de livros e não repassou a verba à Editora), comunicamos ao autor que ele estaria livre para buscar uma nova editora. Isso porque não acreditávamos ser justo segurar a publicação de um livro por tempo indeterminado (até termos disponíveis tais recursos ou até o mercado estar preparado para aceitar um livro com conteúdo extremamente rebuscado, o qual ainda precisaria ser totalmente reescrito, devido às condições em que nos foi entregue).

Nossa sugestão não foi aceita da melhor maneira e, em conseqüência disso, o autor, dizendo-se extremamente lesado pela não publicação de seu livro, apresentou-nos justificativas infundadas e sentiu-se no direito de cancelar um outro contrato (um real contrato de publicação) que havíamos firmado com ele, mas que era totalmente independente do primeiro.

Este segundo contrato dizia respeito ao Guia Completo dos Beholders, cujo lançamento seria feito ainda neste ano. Para este livro, tínhamos uma parceria, na qual as ilustrações da obra seriam desenvolvidas pelo Estúdio Ronnin Design (de propriedade do Sr. Claudio Muniz). As ilustrações foram entregues, porém a mais importante delas (a capa) não havia atingido o nível de qualidade que a Editora Mantícora exige. Todos os mestres e jogadores que tiveram a oportunidade de conhecer os produtos da Mantícora sabem bem que as ilustrações publicadas são de qualidade extremamente superior e assim pretendíamos fazer também com o Guia Completo dos Beholders.

Diante desta situação, solicitamos que mais uma ilustração candidata à capa fosse elaborada por outro artista. Fomos surpreendidos ao nos depararmos com um trabalho infinitamente melhor e totalmente adequado ao que os leitores de RPG procuram. Mas novamente nossa sugestão de alterar a capa desagradou o autor e artista Sr. Claudio Muniz, que, sentindo-se lesado novamente, optou por cancelar a publicação deste livro por desaprovar o fato de que a arte publicada na capa seria de outro ilustrador.

Portanto, esta é a situação atual de ambos os livros. Não haverá lançamento de Kriptus: O Império da Magia nem do Guia Completo dos Beholders.

Atentamos que os pré-compradores do livro Kriptus: O Império da Magia procurem seus direitos para reaverem os valores pagos ao autor, já que a Editora Mantícora não tem envolvimento com esta prática.

O Sr. Claudio Muniz já foi notificado de forma oficial que será acionado judicialmente para a devolução de valores pagos pela Editora Mantícora, que, acreditando em sua integridade desembolsou royalties adiantados e ajuda de custos para a produção de ambos os livros. Prática esta totalmente fora da praxe e que demonstrava confiança e boa vontade da Editora Mantícora.

Consideramos tal acontecimento lamentável e pedimos desculpas aos nossos leitores, mas sempre procuramos trabalhar ao lado de pessoas cujo caráter e transparência sejam condizentes com nossa conduta. Todos aqueles que já tiveram contato com a Editora Mantícora, entre eles leitores, lojistas, desenhistas, colaboradores ou mesmo em eventos de RPG, sabem de nosso profissionalismo.

Deixamos todas as decisões a este respeito nas mãos dos órgãos competentes. Reservamo-nos o direito de não mais nos pronunciarmos sobre o assunto para não atrapalhar o andamento do processo judicial.

Atenciosamente,

Editora Mantícora – Assessoria de imprensa