(Jambô) Mega City – Manual do Aventureiro [3D&T]

O Manual do Aventureiro é o suplemento que geralmente os fãs de 3D&T preferem, desde a versão antiga do 3D&T e essa versão de Mega City é a primeira versão desse livro para o mundo moderno e futuro próximo, isso é, se você não contar o Super 3D&T com capa verde, gratuito e extra-oficial que também chegou a ter um Manual do Aventureiro Moderno (que pode ser baixada aqui). Então, esse é o primeiro manual do aventureiro moderno oficial. E o que tem de interessante no Manual do Aventureiro? Kits para a customiziação de personagem, que assumem a função de Classes existente no D&D e que também nascue junto com os Kits do sistema Daemon, é possível falar que eles são irmãos gêmeos bivitelinos. Os Kits sofreram mudança desde a versão antiga do 3D&T para cá: Agora só são compostas de duas estruturas: Pré-requisitos a serem cumpridos e poderes ganhos, bem simples para um sistema que também é simples.

O livro está dividido em quatro partes, de forma semelhante ao módulo básico, cada capítulo um distrito de Mega City e o livro começa com uma introdução do autor contando brevemente a história do 3D&T e como ele se tornou genérico, para logo depois explicar o que é o Kit, como adquirir, quantos pontos custa cada poder, se é possível adquirir mais de um Kit e como faz. O básico.

O primeiro capítulo possui kits de Supers MegaCity, com Kits para super-heróis e há exemplos de kits como Humano uniformizado (que refere-se ao Batman), Alien Amigo (Super Homem), Jovem Prodígio (Robin), Vilão Teatral (Coringa)… Os Kits nesse capítulo, referem-se tanto a origens como a poderes e na introdução do capítulo há a sugestão de que tanto o Mestre quanto os Personagens Jogadores podem fazer uma mistura de Kits para terem mais poderes.

O capítulo 2 abrange o Torneio das Sombras, ou seja, os torneios de artes marciais. Nesse há um Kit que é praticamente obrigatório para torneios, que é o padrão do cenário, o Street Fighter e possui o sugestivo poder Em Busca do Mais Forte, que é relativo à música-tema da série animada Street Fighter II V aqui no Brasil. Há também Kits como Boxeador que com certeza o personagem icônico Simon Sachs deve ter, Sensei Ancião (Sheng Long), Enganador, no qual você tenta imitar os movimentos de lutadores reais, Luchador (El Fuerte, Mucha Lucha, ah não, esse não), Lutador Tradicional, que desenvolveu treinamento e o Lutador Exótico, que pode ser usado como exemplo o Blanka.

No capítulo 3 há o cenário Megadróide (baseado nos jogos da franquia Mega Man) no qual há alguns adendos interessante: os kit Piloto de Mecha, Metal Hero, Kamen Fighter, Super Sentai que são inspiradas em várias séries japonesas, o que leva o cenário a ser expandido grandemente, não ficando somente focados apenas nos personagens androides com aparência semi-humana. Há também um Kit interessante para os inimigos: Kaijin que nas séries de TV japonesa, os tokusatsus, ganham o nome de Kaijus, com monstros que geralmente vêm de outros planetas e querem detonar os humanos (e as cidades de papelão).

O quarto capítulo, Crônicas de Nova Memphis abrange kits para vampiros, lobisomens, anjos e também o outro lado, humanso que caçam ou mesmo são aliados dessas criaturas sobrenaturais. Daí aparecem Kits como Ancião, Bruxa, Caçador do Sobrenatural, Detetive Psíquico, Espírito da Vingança, Inumano… Ou seja há tanto Kits de seres humanos interferindo no mundo espiritual como o Médium e para os mosntros como Wargen (Wyvern) Alpha, um lobisomem completo que deve defender Gaia (a Terra). Um Kit que achei muito interessante é o Monstro (e por tabela, o Inumano) que são seres que deixaram de ser o que são e se tornam monstros por completo.

O último capítulo, Mega City Contra-Ataca aborda personagens humanos, tidos como comuns (ou realistas) e de certa forma, relaciona-se com os outros cenários. Um exmeplo dessa relação é o Kit Agente X, que caça criaturas sobrenaturais. Há o Kit Atleta XXX que apesar de ser um nome bizarro (e pornográfico) é uma referência aos filmes Triplo X, Cientista Fringe (relativo á série, óbvio, Fringe). Mesmo Kits de personagens comuns como Chef e Médico ganham poderes, os tornando também heróis. Lembrando que além dos Kits, há também regras de nicho, que devem ser usados em conjunto.

O Manual do Aventureiro de MegaCity é um livro importante para Mega City, já que ele expande o cenário e trás ideias novas. As (poucas) ilustrações são legais e estão no início de cada capítulo trazendo exemplos de Kits de cada capítulo. A capa lembra muito a capa que está no módulo básico, com personagens diferentes, mas pelo estilo e pela semelhança pode levar à confusão. Kits são sempre interessantes e dão um adendo a mais no jogo, só usar com moderação.

Mega City: Manual do Aventureiro

Tipo: Suplemento
Sistema: 3D&T Alpha
Autor: Gustavo Brauner
Ilustradores: Roger Medeiros, Thiago Medeiros, Wellington Dias, Dan Ramos (logotipo)
Editora: Jambô Editora

Avaliação: 5/6

Regras: 5/6
Arte: 4/6
Desenvolvimento: 5/6

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s