Financiamento Coletivo: Cultos Inomináveis – Late pledge

Um olhar ainda mais obscuro dos Mitos de Cthulhu – Agora em LATE PLEDGE

Bem-vindo ao Late Pledge do financiamento coletivo do Cultos Inomináveis, a sua segunda chance de participar da campanha e garantir seu material de jogo! A primeira fase do projeto foi um sucesso, atingindo 257% da meta básica, o que nos permitiu transformar o projeto em algo viável e concreto.

Como em muitos dos jogos baseados nos Mitos de Chtulhu, em Cultos Inomináveis você vai certamente correr o mundo atrás de verdades obscuras capazes de destroçar a mente dos mais resolutos; investigará ruínas esquecidas, tomos obscuros e lutará contra criaturas inimagináveis de incomensurável poder e incrível maldade.

Continuar lendo

Financiamento Coletivo: Cultos Inomináveis

cultos

Um olhar ainda mais obscuro dos Mitos de Chtulhu

Como em muitos dos jogos baseados nos Mitos de Chtulhu, em Cultos Inomináveis você vai certamente correr o mundo, atrás de verdades escuras capazes de destroçar a mente dos mais resolutos; investigará ruínas esquecidas, tomos obscuros e lutará contra criaturas inimagináveis de incomensurável poder e incrível maldade.

A diferença de TODOS estes jogos é que em Cultos você se colocará na pele de um cultista, usando os poderes concedidos por alguma divindade caída, escura e ancestral, enquanto procura de todas as formas saciar seus próprios desejos e motivações.

Continuar lendo

O RPG brasileiro em 2019: Parte 2 – Novos (e antigos) rumos

RPG2019Conforme o prometido na primeira parte, vamos abordar uma tonelada de assuntos nesta segunda parte, será focado principalmente no Brasil, mas por vezes será interessante recorrer ao exterior para verificar a situação do título como se encontra. Algumas editoras tiveram mudanças importantes este ano e outras já anunciaram novidades para o ano que vem. Não se trata propriamente de uma retrospectiva (se for, só a farei em Janeiro) mas sim uma reflexão sobre a situação atual do RPG no Brasil, note que muita coisa não será citada, destaquei as mais importantes apenas.

Continuar lendo