Financiamento Coletivo: Dungeons of Kards Late Pledge

Um game com infinitas possibilidades, um game para sua família e amigos. Um RPG para todos.

Cara, é muito louco quando a ideia aparece nos momentos que você está mais encurralado possível com perguntas vinda de seus filhos pequenos. Foi assim que nasceu Dungeons of Kards, eu estava lá virando minha TV em cima da mesa para utilizar como tabuleiro animado, quando meu filho perguntou: – “Pai, porque tanto trabalho? É só um jogo, a gente não poderia desenhar em uma folha esse mapa?” – Como eles são d+. Eu sou pai de Gêmeos e ensinar o RPG para eles sempre foi uma meta de vida, o RPG me deu muita base para tudo.

Queria algo básico, mas não tão básico e que as possibilidades fossem maiores do que só aquilo. Então tive a ideia de baralho e, cara, foram inúmeros baralhos, cheguei a 250 cartas e, ainda assim, não fazia algum sentido. A ideia era cartas, manter entre 70 e 150 cartas, mas aí vinham muitas perguntas e sempre faltava algo, eu comprei vários jogos para os meus filhos mas sempre tinha que entender e depois explicar e depois jogar com uma porrada de itens para distrubir… Então pensei, por que não manter a lógica de um baralho comum de 52 cartas com dungeon, herois, itens, monstros….IMPOSSÍVEL.

Continuar lendo