Financiamento Coletivo: Sinistros & Monstros

Enfrente os monstros que o mundo ignora, antes que esteja maduro demais para se importar.

Mamãe jura que monstros não existem. Ela é madura demais para notar minha aflição. Muito racional para enxergar o horror esgueirando ao lado da minha cama. “Não seja criança”, ela reprende enquanto vai embora.

A porta se fecha. A luz escapa . E ouço aquelas patas se arrastando pelo piso. Sinto o hálito quente congelando a alma. Uma criança no escuro. Mais uma vítima dos horrores da cidade de Pacata.

Continuar lendo