Lançamento: ReOPs – Rebeldia sobre Rodas

rebeldia_cover_front_bigUm RPG sobre rachas, crimes, e mais rachas.

 “Rebeldia sobre Rodas” é um RPG recomendado para que jovens maiores de 13 anos entendam porque as vidas deles podem ir para o saco rapidinho.

Neste cenário moderno, os protagonistas resolvem suas diferenças em corridas ilegais pelas avenidas urbanas, e não ganham nada com isso!

O grande desafio para um personagem numa campanha de “Rebeldia sobre Rodas” é chegar ao fim sem parar na cadeia ou no cemitério. E se ele não tiver que passar pelo hospital ou por uma clínica de desintoxicação, podemos dizer que ele saiu no lucro.

Continuar lendo

Anúncios

Financiamento coletivo: Jogo de miniaturas Terra de Shiang

Contribua com nosso projeto e ajude a dar vida às Terras de Shiang em sua versão jogos de miniaturas!

As miniaturas das Terras de Shiang são colecionáveis, em metal, produzidas artesanalmente e 100% nacionais!

img2Sobre as terras de Shiang

“Nos confins do universo existe um sol vermelho e frio, orbitado por sete planetas gélidos, inóspitos e desprovidos de qualquer forma de vida.

Sete, exceto um.

Continuar lendo

Resenha: Terras de Shiang

Chegamos à nossa penúltima resenha da enquete que fiz há um bom tempo. Com isso , logo após a esta devo resenhar o Megacity, mas não sei se o resenho em conjunto com o Manual do Aventureiro deste que deve sair em breve.

O OPERA é um sistema clássico de Encontros Internacionais de RPG (quando estes eram realizados). Antes publicado de forma independente, Posteriormente, ele foi adquirido pela Devir Livraria e essa versão jamais viu a luz do dia e, enfim, conseguiu ser publicado pela editora de Campinas, Comic Store que teve vários suplementos publicados o de psiônicos Conspiração do Amanhecer, o de faroeste 1887: Sob o Sol do Novo México e O Mais Longo dos Dias), da Segunda Guerra Mundial. Após isso, a editora deixou de existir, mas eles mantiveram a posse do nome OPERA, o que levou á publicação do sistema de forma independente e rebatizado de Re.Ops. Agora, o primeiro cenário do Re.Ops, Terras de Shiang, que é um cenário oriental.

Termine de ler a resenha aqui.

Para o futuro, devo resenhar o Brigada Ligeira Estrelar, o Tormenta RPG, o Reino de Bundhamidão, Savage Worlds e o Espírito do Século. Aguardem!

RPGNews Top 10: Os livros que jamais foram publicados

Chegamos ao nosso segundo RPGNews Top 10, dessa vez o tema são os livros que seriam publicados, mas que por um motivo ou outro foram cancelados. Há muito tempo venho compilando uma tabela com os livros jamais lançados. Acompanhe a lista aqui. Importante considerar que para essa lista, estamos contando somente com títulos nacionais, mas os importados também dariam uma lista boa. Note que alguns títulos que podem ser considerados cancelados não podem ser considerados ainda, como Arsenal e Sexto Sentido para nWOD da Devir e o Guia de Raças de Tormenta da Jambô. Muitas das fotos presentes no artigo são de revistas que anunciaram o produto.

10. Sistema e20 / Mundo Renascido / Véu da Verdade RPG (Eridanus Books)

Continuar lendo

Semana Internacional do Livro – Seus 10 Livros de RPG (Versão Taludesca)

Essa é uma iniciativa que começou no blog Pontos de Experiência de Diogo Nogueira (não, não é o Diogo Nogueira que você está pensando ou até pode ser, sei lá. Abaixo são palavras dele:

Como estamos na semana internacional do livro, resolvi propor um brincadeira para vocês que vi sendo feita algumas vezes entre blogueiros lá e fora. Basicamente fazemos uma lista com dez livros de RPG, entre todos que possuímos. Esses são os seus livros favoritos, aqueles que você levaria para qualquer lugar que fosse se mudar, se não tivesse como levar todos. E aí? Topam a brincadeira?

Continuar lendo

Relatão sobre a RPGCon 2011 e a palestra das editoras

A seguir, segue o meu relato do evento o qual fui somente no Sábado, e também deixo para falar da palestra de editoras e a parte de 3D&T/Tormenta que foi realizada no Domingo eu tive que pegar de outros lugares (ao final estão as fontes). O post ficou meio longo, espero que gostem da descrição do Sábado, o único dos dois dias possíveis ao qual eu fui.  Além disso, algumas figuras ao qual apareci também estão aqui. Se quiserem mais, o link está no post anterior.

Continuar lendo