Crítica: Kamen Rider Zero-One (sem e com spoilers)

Da esquerda para a direita: Horobi, Fuwa, Aruto, Izu, Yua e Jin. Não tem pôster com todo mundo 😦

“Hai! Aruto ja nai to!”

A frase que você mais ouvir na série

Faz um bom tempo que não faço análise de séries japonesas aqui, sendo a anterior, Tokusatsu GaGaGa da NHK e como já tinha adaptado os Humagear aqui.

Kamen Rider Zero-One (仮面ライダーゼロワン) é a 30ª entrada da série Kamen Rider e a primeira da era Reiwa e tem a história de Aruto Hiden (Fumiya Takahashi), que herda a empresa Hiden Intelligence do avô após o falecimento deste, o que ele não queria, já que objetivava ser comediante de manzai mas sem a mínima competência para isto. Ele também herda a capacidade de se tornar o Kamen Rider Zero-One e entra no fogo cruzado entre a agências: AIMS e o grupo de hackers Humagears MetsubouJinrai.net que desejam o fim da humanidade e o domínio Humagear do mundo. Aruto é auxiliado pela sua assistente, uma Humagear do tipo secretária, Izu (ou Is, Noa Tsurushima).

Continuar lendo

Pré-venda: O Regresso de Jaspion

Mais de 30 anos após vencer Satan Goss, Jaspion volta ao nosso planeta para impedir que o vilão e seu filho MacGaren sejam trazido de volta à vida pela bruxa galáctica Kilmaza.

O Fantástico Jaspion é um dos maiores heróis japoneses de todos os tempos e está de volta em uma aventura inédita com roteiro de Fábio Yabu e arte de Michel Borges.

Continuar lendo