A volta dos old school e os retro-clones!

Pensando no RPG lá fora, muitos grupos de RPG, ao invés de somarem um ao total indo para a quarta edição do D&D, estão resolvendo fazer “menos um”. E ao que parece, algus brasileiros estão seguindo a mesma idéia.

A origem do old school começou com a própria Wizards of the Coast que decidiu escanear e vender material dos antigos AD&D no seu próprio site, além disso vende muitos de seus livros antigos na DriveThru RPG e na RPGNow:

Outra empresa que trabalha com esse esquema é a Steve Jackson Games que também vende seus livros antigos, mas na sua loja própria, a e23, assim como é possível achar muitos outros produtos nas duas primeiras lojas citadas, como o Vampiro a Máscara: 2ª Edição.

Os Retro-clones
O último trabalho de um dos criadores do RPG, Gary Gygax em vida foi o Castles & Crusades, publicado pela Troll Lord Games e lançado em 2004. Esta foi a primeira tentativa de lançar um D&D clássico e atingiu um bom sucesso, garantindo uma grande série de suplementos, sendo gratuitos ou não. Ele faz um intermeio entre o AD&D 1ª edição e o D20 System. O sistema está disponível em dois livros: Player’s Handbook para jogadores e Monsters & Tresaure, o bestiário. Além disso, há a versão Condensed que é um resumo dos dois, com menos classes e mais barato. Como o AD&D, C&C deveria receber um livro do tipo Unearthed Arcana.

Hackmaster é um AD&D mais pesado, publicado pela Kenzer & Co. em 2001 e é o RPG jogado pelos personagens do Cavaleiros da Mesa de Jantar (Knights of the Dinner Table) e possui sistema próprio e como exemplo, além dos seis atributos de D&D tem também Comliness (não achei tradução) que representa a reação entre personagens e também Honra. O livro é dividido em Livro do Jogador e do Mestre.

Fico devendo informações sobre o Fantasia, mas é possível saber que ele foi publicado pela New Dimension Games e faz uso de um sistema próprio, não fazendo uso da Open Gaming License e baseado em Classes e Níveis e fazendo uso de todos os dados usados no D&D, a exceção do de porcentagem.

Os gratuitos
Fazendo uso da OGL, mestres lá foram começaram a lançar material gratuito e o mais famoso é o OSRIC (Old School Reference & Index Compilation) que está atualmente na segunda edição e possui mais de 400 páginas, o que pelo tamanho é praticamente um Pathfinder RPG old school. Como o C&C, ele faz uso do AD&D primeira edição e possui muitos suplementos pagos, da mesma forma que o Pathfinder faz e que o 3D&T Alpha deve seguir.
Pasta OSRIC – Downloads

Outro é o Basic Fantasy RPG que segundo o próprio é Baseado nos D&D Basic e Expert, mas também refere-se ao AD&D com a divisão de Raça e Classe, ou seja, no geral é um AD&D mais simples. O jogo encontra-se atualmente na segunda edição e pode ser comprado também, além de ter muitos suplementos disponíveis gratuitamente, em PDF e ODT (Open Office e BROffice), o que permite a alteração e tradução sem precisar converter o PDF ou copiar e colar.
Pasta Basic Fantasy – Download

O Labirinth Lord da Goblinoid Games volta mais no tempo e lembra mais os já citados D&D Basic e Expert. Anões, Elfos e Halflings são Classes, ou seja, não há a divisão de Raças e Classes, e ao atingir um certo nível, geralmente 8º ou 9º ganha um belo benefício. O livro possui duas capas, e a alternativa é bem mais bonita. O livro tem um cenário, chamado Known Lands e em breve terá um bestiário e também um livro com as regras do primeiro D&D chamado “Original Edition Caracteres”.
Pasta Labyrinth Lord e variantes – Download

Mazes & Minotaurs é um RPG que tem como inspiração Jasão e os Argonautas com Odisséia, Senhor dos Anéis e Três corações e três leões, ou seja, mistura cultura grega com mundo medieval, mais ou menos como tivemos aqui no Brasil com o Neokosmos. Ele foi inspirado nesse artigo da RPG.Net e possui dois livros básicos: Versão de 1972 (na verdade, de 2006) e versão de 1987 (de 2007). A primeira versão tem inspiração no OD&D e em cada coluna lateral, comentários brincando com a influência do jogo nos outros RPGs e comentários de “bastidores” e a segunda com o AD&D 1ª edição e é dividido em um livro de jogador, um dos mestres e um dos monstros. Esse e o Hackmaster são os únicos títulos não-OGL citados aqui.
Pasta Mazes & Minotaurs (não OGL) – Download

Swords & Wizardry da Mythmere Games também remete ao original Dungeons & Dragons e está disponível em duas versões: Whitebox e Core Rules. O Core Rules são as regras comuns e o Whitebox é uma variação das regras, além disso há a sugestão de criação de House Rules no fórum deles.
Pasta Swords & Wizardry – Download

Há também o Microlite74, já citado nesse blog aqui.

No site lulu.com existe um grupo que só vende material old School, é o Old School Renaissance. É legal conferir, principalmente os materiais gratuitos não citados aqui. Em breve, falaremos de todos os outros gratuitos aqui detalhadamente.

Brasileiros old-schoolers
E no Brasil?

No Brasil, o maior exemplo de RPG old school trazido de volta é o Tagmar, que trouxe sua nova versão, Tagmar II, totalmente gratuito mais atualizada e com muitos suplementos gratuitos e com novidades mensais e é protegido pela Creative Commons. Também tivemos a liberação das regras do primeiro Grimório pela Daemon Editora.

Em produção temos o Old Dragon, que está sendo feita por uma equipe formado por Antonio Sá Neto do PopDices, Fabiano Neme do Vorpal e Daniel do Pensotopia, mas não há muitas informações sobre ele ainda. Em segundo temos o Old is Cool 20 (trocadilho infâme) que está sendo feito por Alex Silva e começou a ser discutido no orkut que quer remeter muitas regras do suplemento AD&D Skills & Powers. O terceiro é o GOG – Good Old Gamede Valberto Filho do Lote do Betão que tem a intenção de fazer um jogo com as regras da 3ª edição, mas sensação da primeira.

Quem sabe a gente não tenha um revival um dia e tenhamos, da mesma forma que o Tagmar II, versões novas do Desafio dos Bandeirantes, Era do Caos ou do Millenia? Quem sabe, um remake do Defensores de Tóquio? Ou a liberação das regras do primeiro Trevas?

Grande seleção de links

Referências

Sistemas pagos

Sistemas gratuitos

Sistemas brasileiros

Anúncios

11 pensamentos sobre “A volta dos old school e os retro-clones!

  1. Acho que as pessoas estão fazendo downgrade porque não estão curtindo o rumo que o RPG mundial (entenda D&D) está tomando. As empresas estão tirando dele seu principal foco de interpretação, dando muito mais trabalho aos mestres e jogadores que querem algo mais interpretativo.

  2. Mas os RPGs Old School são bem menos interpretativos já que essa história de “interpretação acima de tudo” veio bem depois, na era Vampiro. No D&D original o negócio era chutar portas e bater em monstros mesmo. Então não acho que o pessoal queira mais interpretação. Muito pelo contrário.

  3. Mas quem está falando em interpretação? (:
    O que o povo quer é menos regras chatas, como nas duas últimas versões de D&D.

  4. Ultimamente os jogos só oferecem meios de combar/uppar o personagem de uma forma que o jogo em si se torna secundário. Duvido muito, vendo as build que o povo faz tanto, que se aproveite mesmo do roleplay e do jogo “hack ‘n Slash” em si.

  5. Update: A Wizards pediu para que todas as lojas que trabalham com títulos em PDF retirassem seus títulos da venda. Por isso, os links citados acima não funcionam mais.

  6. Pingback: Lançamento: Dark Fate « RPG News

  7. Pingback: Lançamento: Engines & Empires Campaign Compendium, old-school steampunk « RPG News

  8. Pingback: Blog Rocky Raccoon fará tradução de Mazes & Minotaurs e você pode ajudar! « RPG News

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s