In Nomine: Preview exclusivo [2]

inomine

Capa da 4ª edição americana

A Editora Dimensão Nerd é a nova editora brasileira e o seu primeiro lançamento já está definido: Será In Nomine em sua quarta edição e que é publicado lá no exterior pela Steve Jackson Games (a mesma de GURPS e Munchkin). É um jogo no qual anjos e demônios estão em conflito e os humanos se situam no meio dessa guerra.

Já publicamos um preview dos Kyriotetes, um dos coros de anjos. Agora é a vez dos Shedins, um dos demônios.

Clique aqui para ver o preview dos Kyiotetes e veja abaixo os Shedins.

In Nomine Preview - Bandos de Demônios

SHEDINS – OS Corruptores

Um empregado dos correios dirige para o trabalho com uma arma automática e abre fogo. Um adolescente ataca uma mulher desabrigada, calmamente cortando seus olhos e língua para que ela não possa identificá-lo. Um dentista coloca uma bandagem em seu dedo mordido e então sorri, sedando a criança que chora, e enche o copo próximo à cadeira com dentes.

Em algum lugar, um demônio sem carne sorri e se move para o próximo hospedeiro.

Shedins_ImagemA raça humana tem tanto potencial para o mal quanto para a glória, mas algumas vezes ela precisa de ajuda. E nenhum Bando de demônios contribui mais para a corrupção do dia a dia que os perversos Shedins sem corpo.

Ressonância

Os Shedins, assim como suas contrapartes celestiais – os Kyriotetes – não podem gerar suas próprias vestes na Terra, e se manifestam possuindo o corpo de seres humanos. Mas os Shedins caídos não têm – ou não podem suportar – a abnegação de controlar diversos hospedeiros ao mesmo tempo. A ressonância dos Shedins é muito mais traiçoeira que isso. Enquanto possuído, o hospedeiro consciente flutua, serenamente, em um estado onírico. Ao contrário dos Kyriotetes, os Shedins têm total consciência dos pensamentos, sentimentos e memórias de seu hospedeiro. Embora o hospedeiro esteja completamente consciente do que seu corpo está fazendo, ele acredita que ainda tem completo controle de si mesmo – e, de certa maneira, tem. Um Shedim dessensibiliza seu hospedeiro à obscenidade, contorcendo a mente dele à sua vontade celestial, convencendo-o de que tais perversões foram ideias dele.

Esses saltadores de corpos não podem passar um dia sem incitar alguém a fazer algo horrível (consulte Dissonância, abaixo). Eles não buscam apenas impedir as pessoas de fazerem coisas que gerem Essência benevolente, dando poder ao lado do bem, mas também avançar as causas do mal.

Os Príncipes Demônios instruem seus Shedins cuidadosamente, pois depois dos Calabins, esses demônios são os mais perigosos de se soltar na Terra.

Dissonância

Um Shedim não pode ignorar sua necessidade constante de corrupção. O demônio gera dissonância a cada dia que não forçar um hospedeiro a corromper ainda mais sua natureza. Isso não precisa ser um grande ato; alguns dos maiores males começam com as menores imprudências. Isso deve, no entanto, ser um ato de egoísmo que, inegavelmente, fere alguém: roubar ou destruir propriedade, impedir os direitos de uma pessoa, de propósito ou por descuido – o normal.

Cada vez que um hospedeiro cruza uma linha moral, um novo padrão é estabelecido. O próximo dia deve trazer uma corrupção maior. Se isso não acontecer, o Shedim deve abandonar o hospedeiro ou sofrer dissonância. Por esta razão, os Shedins normalmente escolhem os mais quietos – pessoas normais cheias de inibições e rancores. Um Shedim com sorte pode começar fazendo com que o hospedeiro assoe o nariz no guardanapo do restaurante e aumentar a aposta um pouco por dia até que ele esteja atirando em pessoas do topo de uma torre. Nesse momento, o Shedim abandona o miserável para encarar as consequências sozinho. Muitos hospedeiros que são levados a tão longe se suicidam, avançando a causa do mal ainda mais, por tirar a chance de justiça dos humanos.

Se a vítima de um Shedim é levada a inconsciência, o demônio é expelido 30 minutos depois. Mas se ela morrer enquanto o demônio ainda estiver lá dentro, a alma sombria recebe uma nota de dissonância por chegar tão próxima do esquecimento. No entanto, ele evita a agonia do Trauma (p. 67) se encontrar outro hospedeiro antes de ser levado de volta para o Inferno.

Ele tem (10 x Energias Celestiais) minutos para fazê-lo.

Costumes e Aparência

Se existe um demônio dentre as multidões do Inferno que pode ser chamado de genuíno “adorador do diabo” – um demônio que, genuinamente e devotadamente, devem sua lealdade definitiva a Lúcifer – esse são os Shedins. Eles são aqueles que grafitam pentagramas em becos, com tatuagens de cabeças com chifres e tridentes flamejantes. Eles estão nos concertos de rock com o polegar, indicador e mínimo esticados, com a língua para fora e gritando, “Fogo do Inferno, eu sirvo . . . VOCÊ!”

Os distorcidos Shedins aceleram os motores do mal que zunem nas mentes humanas. Eles são o Bando mais odiado pelos anjos, e alguns demônios também não gostam deles. Shedins não se dão bem com Gênios – os Perseguidores não se conforma com a dificuldade em seguir os Sem Carne – e as Lilins os desprezam completamente.

Os Gênios e os Shedins compartilham um completo desapego pelo estado de seus corpos, mas os Shedins são muito piores sobre isso. Um Shedim trata seu corpo como se fosse um bêbado indestrutível, com um suprimento infinito de carros alugados. Ele vai destruir uma veste corpórea, saindo logo antes da morte para evitar dissonância.

Você não pode compará-los a nenhum instrumento feito por mãos humanas. Em sua forma celestial, os Shedins são uma nuvem negra brilhante de membros, asas, olhos e outros orgãos (misericordiosamente) indefinidos, pulsando a uma batida louca e infernal.

Clique aqui para baixar o preview no MediaFire (1,64Mb)

Anúncios

2 pensamentos sobre “In Nomine: Preview exclusivo [2]

  1. Pingback: In Nomine Preview: Anjos e Demônios | O Teatro de Mesa

  2. Pingback: Pré-Venda: In Nomine – RPG News

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s